Arquitectura

Em Vila do Conde, há um eco-hotel de luxo para cães e gatos

O complexo é composto por três edifícios, um para cães, outro para gatos e outro dedicado ao atendimento ao público ©João Morgado
Fotogaleria
O complexo é composto por três edifícios, um para cães, outro para gatos e outro dedicado ao atendimento ao público ©João Morgado

Chama-se Domi Canis Cattus e é um eco-hotel canino e felino desenhado de raiz para o efeito, em Vila do Conde. Situado numa zona predominantemente verde e rural, este hotel é um projecto único em Portugal. "Não encontrámos nada idêntico no país", garantiu o arquitecto que o concebeu, Raulino Silva, em entrevista ao P3. Gizado com o objectivo de alojar, temporariamente, gatos e cães, o complexo é composto por três edifícios interligados: um dedicado aos felinos, outro aos caninos — construídos separadamente para evitar a convivência de ambos e reduzir, assim, o ruído que resultaria desse encontro — e um terceiro dedicado ao atendimento ao público, que inclui a recepção, a loja, a zona de banhos e tosquia, o consultório médico veterinário, a zona administrativa e os sanitários de apoio.

Raulino Silva, que se dedica sobretudo ao desenho de habitações e remodelações de apartamentos, recebeu o pedido do cliente em 2015. "O promotor pediu-me para desenhar uma 'casa grande' para os 'seus' cães e gatos, como se fosse uma habitação igual às muitas que tenho construído." O desafio deste projecto, ao contrário dos que havia concebido até então, foi o de prioritizar o bem-estar animal — e não o humano. O edifício dedicado aos gatos, que tem apenas um piso, tem 12 espaços independentes para alojamento; o dos cães, de maior dimensão e composto por dois pisos, pode albergar até 41 animais. Todos os espaços foram pensados com o objectivo de proporcionar aos animais as "condições térmicas, acústicas e de salubridade" ideais para o seu bem-estar. As zonas exteriores são prova disso mesmo: o parque de treino e recreio e a piscina tornam este hotel num oásis para todos os amigos de quatro patas. A construção de Domi Canis Cattus terminou em 2019 e o hotel já se encontra em funcionamento. A diária das boxes felinas, com acesso a todas as comodidades, custa 15 euros; os cães podem pernoitar por preços que variam entre os 15 e os 25 euros, dependendo do grau de personalização da box.

©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
©João Morgado
Sugerir correcção