A margem escura da tempestade Handke

Foto

As reacções não se fizeram esperar. Mal a Academia Sueca anunciou, há quinze dias, a atribuição do Nobel da Literatura 2019 a Peter Handke, os media e as redes sociais encheram-se de protestos e condenações da figura do escritor austríaco, há muito marcado pelas posições assumidas durante o conflito jugoslavo dos anos 1990.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários