Judoca Jorge Fonseca é campeão do mundo

O judoca tornou-se o primeiro português a chegar ao título mundial na categoria de -100kg.

Jorge Fonseca
Foto
Jorge Fonseca

O judoca Jorge Fonseca sagrou-se campeão do mundo na categoria de -100kg, ao vencer o russo Niyaz Ilyasov na final da competição, disputada em Tóquio. O atleta, de 26 anos, tornou-se no primeiro português a conquistar uma medalha de ouro em Mundiais ao derrotar Ilyasov, terceiro classificado nos Mundiais de 2018.

O judoca do Sporting, que nasceu em São Tomé e Príncipe, chegou ao combate decisivo ao derrotar azeri Elmar Gasimov, vice-campeão olímpico no Rio 2016 e europeu em 2014, nas meias-finais, por waza-ari, depois de ter superado, nos quartos-de-final, o georgiano Varlam Liparteliani, por ippon, em 3m15s.

Antes, Jorge Fonseca já tinha derrotado o chileno Thomas Briceno, o indiano Avtar Singh e o irlandês Benjamin Fletcher, assegurando a segunda medalha de Portugal nos Mundiais de 2019, que estão a ser disputados em Tóquio, depois da prata conquistada por Bárbara Timo em -70kg, na quinta-feira.

Em -73kg, Patrícia Sampaio terminou no quinto lugar, juntamente com a eslovena Klara Apotekar, ao perder o combate pela medalha de bronze frente à brasileira Mayra Aguiar, campeã do mundo em 2017.

A judoca lusa, de 20 anos, foi derrotada por ippon, em 1m19s, pela brasileira, que já tinha eliminado a luso-cubana Yahima Ramirez no primeiro combate.

A judoca natural de Tomar, que em juniores já se sagrou campeã europeia em 2018 e arrebatou as medalhas de bronze nos Mundiais de 2017 e 2018, chegou ao combate pelo bronze após a desistência na repescagem da chinesa Zhenzhao Ma, vice-campeã asiática em 2017 e 2019, por lesão.

Antes, Patrícia Sampaio venceu os três primeiros combates, diante de Shu Huei Hsu Wang, da China Taipé, da montenegrina Jovana Pekovic e da holandesa Marhinde Verkerk, que venceu o título mundial em 2009, antes de ser derrotada pela japonesa Shori Hamada, atual campeã do mundo, por ippon, nos quartos-de-final.

No sábado, Portugal vai estar representado por Rochele Nunes, em +78kg, antes do encerramento dos Mundiais, no domingo, com a competição por equipas.

Sugerir correcção