O padre Martins diz que gostava de ter respondido a uma acusação Rui Gaudencio

Quarenta anos, três bispos e duas invasões policiais depois: o padre Martins volta à Igreja

A Diocese do Funchal revogou a suspensão ao padre Martins Júnior, que tinha decretado há quatro décadas. O pároco feito político foi autarca, deputado e adversário visceral de Alberto João Jardim.

“Arrependido? Se fosse hoje, faria diferente. Tudo diferente. Houve um momento, naquele dia, em que tive medo por aqueles rapazes. Muito medo. Defendi-os!”