Já se faz fila no Canadá para comprar cannabis legal

Reuters/CARLOS OSORIO
Fotogaleria
Reuters/CARLOS OSORIO

É quarta-feira de manhã e há dezenas e dezenas de pessoas a fazer fila, à espera que abram as lojas que vendem cannabis. Este foi o dia em que o Canadá legalizou o consumo de cannabis para fins recreativos – e, para comemorar, os canadianos foram para as ruas e para os parques fumar, descontraidamente.

O Canadá torna-se assim o segundo país, a seguir ao Uruguai, a permitir a compra, venda e consumo da substância (tal como dez estados e territórios norte-americanos, como a Califórnia, o Colorado e o Vermont). Mas para a maioria dos cidadãos, nada será muito diferente a partir desta quarta-feira: o Canadá tem vindo a fazer, desde 1972, um longo trajecto em direcção à descriminalização da posse de cannabis. Em 2000, por exemplo, o Supremo Tribunal já tinha permitido o consumo para fins medicinais.

Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
LUSA/Andre Pichette
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
Reuters/HANDOUT
Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
LUSA/Andre Pichette
LUSA/Andre Pichette
LUSA/Andre Pichette
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CHRISTINNE MUSCHI
Reuters/CARLOS OSORIO
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Reuters/CHRIS WATTIE
Sugerir correcção