Lisboa nomeada para Capital Europeia da Inovação de 2018

O anúncio da cidade vencedora vai ser feito pelo comissário europeu para o desenvolvimento científico Carlos Moedas durante a Web Summit 2018, em Lisboa, a 6 de Novembro.

Baixa Pombalina
Foto
Baixa Pombalina lm miguel manso

Lisboa foi uma das 12 cidades nomeadas para Capital Europeia da Inovação. A lista dos concorrentes foi divulgada esta quinta-feira pela Comissão Europeia. O anúncio da cidade vencedora vai ser feito pelo Comissário Europeu para a Investigação, Inovação e Ciência, Carlos Moedas, durante a Web Summit 2018, em Lisboa, a 6 de Novembro.

Para além da capital portuguesa, na lista das cidades candidatas encontram-se Aarhus (Dinamarca), Antuérpia (Bélgica), Atenas (Grécia), Bristol (Inglaterra), Gotemburgo (Suécia), Hamburgo (Alemanha), Lovaina (Bélgica), Madrid (Espanha), Toulouse (França), Viena (Áustria) e Umeå (Suécia).

A Comissão Europeia justifica as escolhas, afirmando que estas cidades apostaram nas "soluções mais inovadoras para melhorar a qualidade de vida dos habitantes". O gabinete do Parlamento Europeu em Portugal anunciou a nomeação no Twitter.

Durante o mês de Setembro, as cidades nomeadas vão ser avaliadas pelo júri do concurso. Os critérios para a atribuição vão desde "a capacidade em envolver os cidadãos nos processos de inovação" até "assegurar-se que as ideias provenientes da sociedade civil são tidas em conta pelo poder político". Outro critério de avaliação são "medidas inovadoras de sucesso, que servem de exemplo para outras cidades em todo o mundo", esclarece a Comissão.

Em 2017, a distinção foi atribuída à cidade de Paris durante a Web Summit, em Lisboa. Na altura, a capital francesa afirmou que usaria o prémio monetário, no valor de um milhão de euros, para construir uma escola pública que permitisse "aos adolescentes aprender novas linguagens da tecnologia", afirmou a representante francesa.

Texto editado por Victor Ferreira