Sousa Cintra quer rescindir com Mihajlovic

SAD do Sporting vai alegar o período experimental para afastar treinador contratado por Bruno de Carvalho poucos dias antes da assembleia geral que o destituiu.

Bruno de Carvalho, Sousa Cintra, Sporting CP, Estádio José Alvalade
Foto
Sousa Cintra lidera a SAD do Sporting após a destituição de Bruno de Carvalho LUSA/TIAGO PETINGA

A SAD do Sporting, que será dirigida por Sousa Cintra até Setembro, prepara-se para rescindir com o treinador sérvio contratado por Bruno de Carvalho, Sinisa Mihajlovic, alegando o período experimental para o fazer, noticiam nesta terça-feira os jornais A BolaRecord.

O antigo jogador e treinador sérvio assinou contrato com o Sporting até 2020 no dia 18 de Junho, dias antes da assembleia geral que viria a destituir Bruno de Carvalho, e numa altura em que este já se encontrava suspenso das funções de presidente do clube (e não da SAD, pelo que poderia realizar contratações para o departamento de futebol).

Assim que a nova SAD, nomeada pela comissão de gestão liderada por Artur Torres Pereira, tiver acesso ao contrato de Mihajlovic e a tudo o que lá está previsto, avançará para a saída do treinador. De acordo com a legislação, o período de experimental poderá ser invocado nos primeiros 15 dias. Ou seja, visto que o sérvio assinou no dia 18, a nova SAD terá até dia 3 de Julho para invocar esta cláusula para rescindir o contrato.

Falta ainda, no entanto, confirmar se o vínculo não tem previsto a chamada cláusula de excepção ao período experimental, o que impossibilitaria esta estratégia. Mas, segundo A Bola e o Record, a comissão de gestão está convicta de que esse ponto não foi incluído. A alternativa seria alegar má-fé de Mihajlovic, por ter assinado um contrato de três anos, com mais um de opção, sabendo que o presidente se encontrava suspenso e que estava a dias de poder ser destituído pelos sócios, o que acabou por acontecer.

Outro dos dossiers que tem máxima prioridade da comissão de gestão para os próximos três meses é a reversão das rescisões dos oito jogadores que ainda o podem fazer (Bruno Fernandes, William, Podence, Gelson, Bas Dost, Battaglia, Rafael Leão e Rúben Ribeiro) – Rui Patrício já assinou pelo Wolverhampton. E para apoiar a SAD nessa missão, Sousa Cintra pediu, de acordo com o que avança o Record, a ajuda de Paulo Futre, antigo jogador e sócio e adepto do Sporting.

Segundo o jornal desportivo, Futre irá começar a encetar contactos para tentar convencer os jogadores a recuar e a ficar no clube ou, se isso não for possível, procurar algum tipo de compensação da parte dos clubes que os contratarem.