Sporting revalida título europeu feminino de atletismo

Benfica fecha prova masculina na segunda posição.

Relações Públicas, Grupo Social
Foto
DR

O Sporting revalidou neste domingo o título de campeão europeu de atletismo no sector feminino, ao vencer a edição 2018 da Taça dos Campeões, depois de ter fechado no sábado a primeira jornada no terceiro lugar.

As "leoas" concluíram as 20 provas do programa com 166 pontos, contra 164 das turcas do Enka, numa competição decidida no derradeiro evento, os 4x400 metros, que o Sporting arrebatou, em 3m32,62s, com a formação da Turquia no terceiro posto.

Além desta prova, as "verde e brancas" ganharam os 800 metros, por Noelie Yarigo (2m04,65s), o disco, por Irina Rodrigues (57,59m), o comprimento, por Evelise Veiga (6,54m) e os 100 metros barreiras, por Olimpia Barbosa (13,74s).

Destaque, sobretudo, para Evelise Veiga, que bateu o recorde nacional de sub-23 do comprimento e passou a ser a segunda portuguesa de todos os tempos, apenas atrás de Naide Gomes (7,12m, a 29 de julho de 2008, no Mónaco).

Nas outras provas do dia, Lorène Bazolo foi segunda nos 200 metros (23,47 segundos), Sílvia Cruz terceira no dardo (47,31m) e Sara Catarina Ribeiro terceira nos 3.000 metros (9m22,22s).

O terceiro lugar da prova foi ocupada pelas espanholas do Valência Esports, com 160 pontos.

Benfica no segundo degrau do pódio nos homens 

Já o Benfica terminou a competição masculina no segundo lugar, com 159 pontos, contra 163,5 dos turcos do Enka, que se sagraram campeões europeus, em Birmingham, Inglaterra.

Os "encarnados", que partiram para a competição com o objectivo de melhorarem o bronze de há dois anos ou, pelo menos, de igualarem esse registo, conseguiram-no, repetindo a sua melhor classificação de sempre na competição.

Na segunda jornada, o Benfica somou apenas dois triunfos, na vara, por Diogo Ferreira (5,55m), e no triplo salto, por Pedro Pablo Pichardo (17,30m).

Por seu lado, João Oliveira foi segundo nos 110 metros barreiras (14,04 segundos), a mesma classificação obtida por Tsanko Arnaudov, no lançamento do peso (19,87m).

No terceiro posto, ficaram Samuel Barata, nos 5.000 metros (14m13,46s), António Vital e Silva, no martelo (73,26m), e Hugo Rocha, nos 1.500 metros (3m43,79s).

Fora do pódio, no quarto posto, acabaram David Lima, nos 200 metros (21,28 segundos), e a estafeta dos 4x400 metros, que concluiu a prova em 3m10,12s.

Além de Enka e Benfica, acabaram no pódio os espanhóis do Playas de Castellón, com 148,5 pontos.