Torne-se perito

Ricardo Melo Gouveia desce na Race to Dubai

Português infeliz no BMW PGA Championship, ganho no domingo pelo sueco Alex Noren

Ricardo Melo Gouveia falhou o cut nos seus dois últimos torneios / © FILIPE GUERRA
Foto
Ricardo Melo Gouveia falhou o cut nos seus dois últimos torneios / © FILIPE GUERRA

Ricardo Melo Gouveia perdeu hoje (Domingo) 11 posições na Corrida para o Dubai, uma consequência de ter falhado o cut pelo segundo torneio consecutivo no European Tour. Surge agora no 110.º lugar, ou seja, o último que ainda atribui o cartão direto para o European Tour no final da época.

O n.º 1 português foi para o Open de [email protected] Golf Resort em crescendo de resultados e tinha entrado no top-100 do ranking da primeira divisão europeia, surgindo em Portimão no 95.º lugar.

Não ter-se apurado para o fim de semana no Algarve não foi demasiado penalizador e caiu apenas para o 99.º posto, mas o BMW PGA Championship que hoje terminou em Inglaterra é um dos mais influentes eventos do European Tour e a queda já foi maior.

Mais importante, só mesmo os quatro majors e os quatro World Golf Championships. Com os seus 6,2 milhões de euros em prémios monetários, aquele que é considerado o “evento-bandeira” do European Tour, disputado na sua sede, em Wentworth, atrai muitos dos melhores do Mundo.

Aliás, no ano passado, na sua época de estreia ao mais alto nível, Ricardo Melo Gouveia não pode participar no BMW PGA Championship por não ter ainda categoria que lhe desse entrada direta, mas este ano estreou-se no famoso West Course redesenhado pelo ex-nº mundial Ernie Els, que recentemente foi alvo de novas intervenções.

No Morgado Golf Course, duas semanas antes de competir em Inglaterra, Ricardo Melo Gouveia lamentou que esses trabalhos o tivessem impedido (e a outros) de treinar no campo e de conhecê-lo melhor e a verdade é que o profissional da Quinta do Lago esteve muito longe de passar o cut.

Com voltas de 74 e 77 e um agregado de 7 pancadas acima do Par, terminou a prova no grupo dos 116.º classificados.

O BMW PGA Championship foi ganho pelo sueco Alexander Noren, com 277 (68+75+72+62), -11, que embolsou quase um milhão de euros.

Alex Noren tinha partido para a última volta com um atraso de 7 pancadas, mas as 62 (-10) de hoje igualaram o recorde antigo do campo e estabeleceram um novo recorde após a renovação. O eagle no último buraco deu-lhe o 9º título da sua carreira no European Tour e na Corrida para o Dubai saltou para o 4º posto, subindo 22 posições.

Veja mais em www.golftattoo.com

Sugerir correcção