GNR apreende 188 aves de espécies protegidas em feira de Valença

Pintassilgos, Pintarroxos, Serzinos e Dão-Fafe entre as aves apreendidas.

O H5N1 mata milhões de aves
Foto
O H5N1 mata milhões de aves Francois Lenoir/Reuters (arquivo)

A GNR de Viana do Castelo anunciou neste sábado a apreensão de 188 aves de espécies protegidas à venda numa feira em Cerdal, no concelho de Valença, e identificou três pessoas por posse daquelas espécies.

Em comunicado, o comando distrital da GNR de Viana do Castelo adiantou que a operação de fiscalização realizada neste sábado na secular Feira dos Santos, que todos os anos atrai milhares de visitantes e turistas, sobretudo galegos, decorreu entre as 9h e as 14h.

Na sequência da operação, adiantou a GNR, foram levantados três autos de notícia por contra-ordenação por detenção e venda de aves que existem em estado selvagem no território europeu e, em consequência, foram apreendidas 188 aves (Pintassilgos, Pintarroxos, Serzinos e Dão-Fafe), que serão entregues no Centro de Recuperação do Parque Biológico de Vila Nova de Gaia.

No decurso da operação, a GNR identificou ainda quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, com idades entre os 28 e os 32 anos, sendo que um dos identificados foi notificado para se apresentar no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Viana do Castelo para regularização da sua permanência em território nacional.

Documentada já em 1758 nas "Memórias Paroquiais" da freguesia de Cerdal, em Valença, a Feira dos Santos, que decorre este fim-de-semana, é considerada uma das maiores romarias do noroeste peninsular e conta este ano com cerca de 400 feirantes.