Portugal Challenge premeia melhores teses com 9 mil euros

O concurso de ideias da Fraunhofer Portugal vai distinguir os seis melhores trabalhos de mestrado ou doutoramento com "utilidade prática". Inscrições até 31 de Julho

Foto
Wolfgang Rattay/Reuters

Distinguir trabalhos de investigação com utilidade prática desenvolvidos em Portugal — este é o objectivo do Fraunhofer Portugal Challenge 2014, uma iniciativa do centro de investigação da Fraunhofer Portugal. As inscrições estão abertas até 31 de Julho. O concurso envolve duas categorias (mestrado e doutoramento) e premeia três finalistas em cada uma delas. O valor global dos prémios é de nove mil euros.

 

Os trabalhos submetidos devem estar relacionados com a área das tecnologias da informação e comunicação, multimédia ou ciências relacionadas, incidindo nos campos da interface Homem/computador, do processamento de informação e da computação Autónoma". Têm ainda de ser obrigatoriamente baseados em teses de mestrado ou doutoramento que tenham sido submetidas a defesa nos anos lectivos de 2012/2013 ou 2013/2014. Para além disso, é necessário que as ideias a concurso tenham também uma vertente prática, pois “devem ser orientadas para o mercado” e com “aplicabilidade na indústria ou no quotidiano da vida das pessoas”.

 

As inscrições devem ser feitas no site oficial até 31 de Julho de 2014. Os candidatos seleccionados para a segunda fase do prémio vão ser anunciados a 8 de Setembro. Depois da segunda ronda de selecção, só os melhores — no máximo dez finalistas para cada categoria — passam à terceira e última fase, na qual serão distinguidos seis projectos.

 

Criada em 2008, a Fraunhofer Portugal é uma associação sem fins lucrativos que procura encorajar a “cooperação entre a indústria e a comunidade científica”, motivando estudantes e investigadores que contribuam para a filosofia que sustenta a visão do centro de investigação da entidade: “alargar o âmbito da sociedade da informação e conhecimento”.