Alden Chadwick/Flickr
Foto
Alden Chadwick/Flickr

Teste rápido ao sangue vence concurso nacional da Microsoft

Estudante da U. Minho venceu a etapa nacional da "Imagine Cup", competição da Microsoft. Aluno da FEUP também foi distinguido

Ana Ferraz ganhou a final nacional da edição 2013 da "Imagine Cup", com o projecto "For a Better World". A ideia desenvolvida pela estudante de doutoramento da Universidade do Minho (UM), consiste num dispositivo portátil que permite, de forma automática e em apenas cinco minutos, detectar qual o tipo de sangue da pessoa analisada.

A vencedora arrecadou um prémio monetário de três mil euros e prepara-se, agora, para representar Portugal na final internacional da Microsoft Imagine Cup 2013, a maior competição tecnológica à escala mundial dirigida a estudantes universitários. A prova decorre em São Petersburgo, na Rússia, entre 8 e 11 de Julho.

Já no final do ano passado, Sara Pimenta, uma outra aluna da Universidade do Minho, venceu o 1.º prémio do Fraunhofer Portugal Challenge com um dispositivo que detecta o tipo de sangue em poucos minutos. Ao contrário de Sara, que usa uma abordagem por espectrofotometria, Ana Ferraz recorre a técnicas de processamento de imagem.

PÚBLICO -
Foto
Ana Ferraz é estudante de doutoramento da Universidade do Minho DR

Segundo lugar para a FEUP

A final nacional da "Imagine Cup" disputou-se na passada sexta-feira, em Lisboa. No segundo lugar ficou Tiago Fernandes, aluno da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), com o projecto Taggeo. O estudante de engenharia desenvolveu uma plataforma através da qual os utilizadores de telemóveis trocam mensagens baseadas em coordenadas geográficas.

A "Imagine Cup" desafia os jovens a refletirem sobre como a tecnologia pode dar resposta a problemas concretos da humanidade nas área da saúde, educação, ambiente, entre outras. A competição envolve cerca de 350 mil estudantes de diversos países.

Sugerir correcção