COI inicia avaliação das candidaturas aos Jogos Olímpicos de 2020

A primeira paragem da ronda de visitas é Tóquio. Seguem-se Madrid e Istambul. A vencedor será anunciado em Setembro.

Foto
Os ciclistas sul-coreanos treinam-se no velódromo de Londres antes do arranque dos Jogos Olímpicos Foto: Paul Hanna/Reuters

A reunião, a que assistiu o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, serviu para arrancar com a inspecção do COI, que irá visitar as principais sedes do projecto da capital nipónica e analisar outros factores como a segurança, organização, transportes e unidades hoteleiras disponíveis.

No encontro estiveram também presentes membros da comissão de avaliação presidida pelo britânico Craig Reedie, vice-presidente do COI, o governador de Tóquio, Naoki Inose, e o presidente do comité olímpico japonês e da Tóquio 2020, Tsunekazu Takeda.

Após a reunião, a Comissão começa o conjunto de visitas que tem como ponto de partida a ilha artificial de Harumi, zona para a qual está projectada a aldeia olímpica e prevê-se que abranja 70 hectares de água e zonas verdes, ligando o centro da cidade com as restantes sedes na baía de Tóquio.

“Existe um ditado que diz que todas as viagens começam com um passo e esperamos que esta semana seja o primeiro passo de uma viagem que leve à escolha de Tóquio para organizar em 2020 os Jogos Olímpicos e Paralímpicos”, disse Naoki Inose.

Apresentada em Janeiro, a candidatura de Tóquio tem como lema “Discover Tomorrow” - Descobre o Amanhã - e aposta numa proposta compacta em que a maior parte das zonas desportivas se encontram num raio de oito quilómetros, onde será possível chegar num máximo de 30 minutos através de transportes públicos.

Após a visita a Tóquio, que termina a 7 de Março, a Comissão irá deslocar-se, ainda este mês, entre 18 e 21, a Madrid e, entre 24 e 27, a Istambul, antes de anunciar a 7 de Setembro, em Buenos Aires, a candidatura vencedora das Olimpíadas de 2020. 

Sugerir correcção
Comentar