Vivian Maier, a ama que era fotógrafa

Auto-retrato Auto-retrato
Fotogaleria
Auto-retrato Auto-retrato

A fotografia de rua conheceu novos rumos e os seus admiradores pasmaram-se quando, em 2007, John Maloofs, agente imobiliário de 26 anos, deu a conhecer o trabalho de Vivian Maier. A mulher que viveu como ama nos Estados Unidos por mais de 40 anos alimentou a paixão pela fotografia em segredo e morreu sem revelar a ninguém o (muito) trabalho que tinha feito. Maloofs descobriu-o. E deu ao mundo a chance de o descobrir também – primeiro num blogue, depois num livro, depois em exposições, um pouco por todo o mundo. Agora, o jovem transformou-se em realizador e juntamente com Charlie Siskel conta a vida da fotógrafa no documentário “Finding Vivian Maier”, cujo trailer já é conhecido. Lê o artigo completo

Auto-retrato
Auto-retrato Auto-retrato
Auto-retrato
Auto-retrato Auto-retrato
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Nova Iorque
Nova Iorque Nova Iorque
Chicago
Chicago Chicago
Chicago
Chicago Chicago
Chicago
Chicago Chicago
Chicago
Chicago Chicago
Chicago
Chicago Chicago
Viagens
Viagens Viagens