Ténis

Nadal bate recorde em Roland Garros

Nadal venceu em quatro "sets"
Foto
Nadal venceu em quatro "sets" Gonzalo Fuentes/Reuters

O tenista espanhol Rafael Nadal conquistou o Grand Slam francês pela sétima vez, algo inédito na história do ténis, e impediu Novak Djokovic de vencer os quatro “majors” de forma consecutiva.

A final de Roland Garros tinha sido interrompida no domingo, quando Nadal liderava por dois “sets” a um (6-4, 6-3 e 2-6) e nesta segunda-feira o espanhol fechou a final com o triunfo por 7-5 no quarto “set”.

Djokovic reentrou hoje em “court” a servir no quarto parcial com um “break” de vantagem, mas Nadal devolveu o “break” e voltou a ganhar o serviço de Djokovic para o decisivo 7-5, conquistando o sétimo troféu logo no primeiro “match-point”, graças a uma dupla falta do sérvio.

O anterior recorde de vitórias em Roland Garros pertencia ao sueco Bjorn Borg, que venceu o mais importante torneio de terra batida em 1974, 1975, 1978, 1979, 1980 e 1981.

Este é o 50.º triunfo da carreira de Nadal, o 11.º dos quais em torneios do Grand Slam (além dos sete em Roland Garros, venceu por duas vezes em Wimbledon, uma na Austrália e outra nos Estados Unidos).

"É uma honra para mim. Aos meus olhos, este é o torneio mais importante, o maior do mundo. É um momento inesquecível", declarou um emocionado Rafael Nadal.

No 33.º frente a frente, Nadal venceu o 19.º confronto com Djokovic, que perdeu pela terceira vez consecutiva, sempre em terra batida, neste duelo particular.

Na primeira final que disputou em Roland Garros, Djokovic perdeu a oportunidade de conquistar o quarto torneio do “Grand Slam” consecutivo, o que nenhum jogador consegue desde 1969.

Notícia actualizada às 14h09