Futebol

Académica na final da Taça 43 anos depois

Adrien e Cedric, jogadores da Académica
Foto
Adrien e Cedric, jogadores da Académica Foto: Académica de Coimbra

A Académica de Coimbra garantiu nesta terça-feira a presença na final da Taça de Portugal, ao empatar 2-2 com a Oliveirense, em Santa Maria da Feira, em jogo da segunda mão das meias-finais.

Com este empate e depois do triunfo por 1-0 no encontro da primeira mão, a formação de Coimbra garante pela quinta vez na sua história um lugar no jogo decisivo da competição, a primeira desde 1969 - nas quatro finais que já disputou, a Académica venceu uma e perdeu três.

A Oliveirense entrou a ganhar no jogo, com um golo de Clemente aos 18' que empatava a eliminatória, mas os homens de Pedro Emanuel rapidamente corrigiram o resultado, através de um golo confuso de Marinho.

A jogar em casa emprestada, a Oliveirense, da segunda liga, voltou a colocar-se em vantagem com um penálti convertido por Adriano aos 27', depois de uma falta de Hélder Cabral sobre Oliveira.

A Académica apenas conseguiu reagir na segunda parte, com Marinho a voltar a marcar, nesta vez na conclusão de um rápido contra-ataque aos 55' conduzido por Diogo Valente. A Oliveirense acabaria a jogar com menos um jogador, devido à expulsão de Rui Lima já em tempo de compensação.

A final da Taça de Portugal disputa-se a 20 de Maio, no Estádio Nacional, no Jamor. Nesta quarta-feira decide-se na Choupana o outro finalista, com o jogo entre Nacional e Sporting.

Ficha de jogo

Oliveirense 2Académica 2

Jogo no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira

Oliveirense

Bruno, Vítor (Ivan Santos, 59'), Clemente, Pedrinho (Sassá, 67'), Diogo, Oliveira, Zé Pedro, Rui Lima, Adriano, Banjai e Bruno Sousa (Laranjeira, 77').

Académica

Ricardo, Cedric, Abdoulaye, Pape Sow, Hélder Cabral, Diogo Melo, Hugo Morais (Danilo, 72'), Adrien, Marinho (Magique, 90+1'), Diogo Valente e Fábio Luís (Edinho, 61').

Árbitro: Marco Ferreira (Madeira).Amarelos: Ricardo (6'), Clemente (6'), Hélder Cabral (26'), Hugo Morais (36'), Oliveira (37'), Bruno Sousa (59'), Diogo Valente (87') e Laranjeira (90'). Vermelho: Rui Lima (90+2').

Golos

1-0, por Clemente, aos 18'; 1-1, por Marinho, aos 20'; 2-1, por Adriano (gp), aos 27'; 2-2, por Marinho, aos 55'.