I Liga

Sporting empata em Olhão e aumenta a depressão

Carrillo desespera com mais um empate
Foto
Carrillo desespera com mais um empate Foto: Francisco Leong/AFP

Com novo empate (0-0), o quinto em seis jogos, o Sporting deu sequência à série de jogos sem vencer, que dura desde o início do ano. Domingos Paciência fez algumas alterações na equipa relativamente ao 1-1 frente ao Moreirense (Taça da Liga), mas a figura do jogo acabou por ser Rui Patrício, que se revelou um gigante na baliza quando a equipa mais precisou dele.

Numa partida entre duas equipas intermitentes, o Olhanense teve as oportunidades mais flagrantes para marcar. De forma brilhante, Rui Patrício contrariou as tentativas de Wilson Eduardo e Yontcha, e o Sporting pode agradecer-lhe não ter regressado a casa com um resultado mais penalizador. Este empate não tira o Sporting do quarto lugar, mas a equipa de Domingos Paciência está agora em igualdade pontual com o Marítimo.

O técnico experimentou um trio atacante sem um ponta-de-lança tradicional (Sebastián Ribas e Diego Rubio ficaram no banco), dando a titularidade a Capel, Carrillo (nos flancos) e Jeffren ao centro. Polga substituiu Rodríguez na defesa e Renato Neto ocupou o lugar que era de Elias. O aquecimento obrigou ainda a uma alteração de última hora, já que Schaars se lesionou, sendo substituído por Carriço.

Mas as mudanças não trouxeram uma equipa diferente, menos ansiosa e mais confiante. Domingos tem pedido mais e melhor, mas o que se viu foi mais do mesmo. Os “leões” dispuseram de um par de boas oportunidades para marcar (Carrillo aos 15’, Capel aos 34’) mas podem agradecer a Cauê o facto de não estarem a perder ao intervalo. O jovem brasileiro do Olhanense teve tudo para fazer o golo em mais do que uma ocasião (13’, 24’ e 30’), mas a falta de pontaria impediu que adiantasse no marcador a equipa algarvia.

O panorama parecia querer melhorar para o Sporting na segunda parte. A equipa de Domingos Paciência esteve perto de marcar em duas ocasiões, mas não o fez e foi desaparecendo do jogo. Primeira foi Polga (51’), que viu Fabiano negar-lhe o golo, e depois Jeffren (53’), sem oposição, a atirar ao lado. Os “leões” pareciam querer acelerar e o treinador decidiu lançar André Martins e Diego Rubio.

No entanto, foi precisamente nessa fase que o Olhanense chegou com mais perigo à baliza do Sporting. Surgiu então Rui Patrício na partida, um gigante na baliza que evitou um resultado pior para os “leões”. Opôs-se com uma grande defesa ao remate de Wilson Eduardo (71’) e depois brilhou duas vezes, acossado novamente por Wilson Eduardo e Yontcha (73’).

Os nervos foram aumentando na proporção inversa ao tempo disponível para lutar por outro resultado em Olhão. E, já no período de compensação, as duas equipas ainda podiam ter marcado. Mas os falhanços de Yontcha e Carrillo confirmaram que o marcador não iria funcionar neste jogo.

POSITIVORui Patrício

Quando a equipa precisou dele disse presente. Fez uma mão cheia de excelentes intervenções e garantiu que o Sporting não regressava a casa com um resultado pior.


Salvador Agra

Está de saída do Olhanense (o Bétis é apontado como destino). O pequenino extremo foi incansável e revelou-se um pesadelo para a defesa leonina. Wilson Eduardo e Cauê também estiveram em bom plano.


NEGATIVOJeffren

Foi um erro de casting como homem mais adiantado do ataque. Domingos Paciência demorou 64 minutos a percebê-lo.


Ficha de Jogo

Olhanense, 0


Sporting, 0


Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.Assistência 4066 espectadores.

Olhanense

Fabiano, Maurício, Ismaily, André Pinto, Mexer, Rui Duarte, Cauê (Vasco Fernandes, 89’), Fernando Alexandre, Wilson Eduardo (Toy, 80’), Salvador Agra (Dady, 84’) e Yontcha. Treinador Sérgio Conceição.

Sporting

Rui Patrício, Polga, Onyewu, João Pereira, Insúa, Carriço, Capel, Matías Fernández (André Santos, 75’), Renato Neto (André Martins, 64’), Jeffren (Diego Rubio, 64’) e Carrillo. Treinador Domingos Paciência.

Árbitro

Vasco Santos, do Porto.

Amarelos

Ismaily (11’), Yontcha (52’), João Pereira (74’), Salvador Agra (76’), Carrillo (90’), Diego Rubio (90’).

Golos

Não houve

Notícia actualizada às 22h50