Sporting

Bettencourt anuncia demissão

Bettencourt bateu com a porta a seguir à derrota com o Paços de Ferreira
Foto
Bettencourt bateu com a porta a seguir à derrota com o Paços de Ferreira Foto: Manuel Almeida/Lusa

O presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt, anunciou neste sábado a sua demissão, após a derrota da equipa de futebol frente ao Paços de Ferreira, por 2-3.

"Por diversas circunstâncias, entendo que o melhor para a vida do Sporting Clube de Portugal é que deixe de ser presidente deste grande clube”, anunciou, "numa curtíssima declaração" Bettencourt, na sala de imprensa de Alvalade, a seguir à derrota com o Paços de Ferreira.

“Acabei de comunicar essa minha decisão a José Dias Ferreira, presidente da mesa da assembleia geral”, acrescentou.

Antes de abandonar o auditório do estádio, Bettencourt terminou: "Não tenho mais nada a dizer. Nos próximos dias serão postos a par dos desenvolvimentos", disse o presidente demissionário, sem especificar quem ficará ao leme do clube, nem se haverá eleições em breve.

José Eduardo Bettencourt, de 50 anos, foi administrador executivo da Sporting, SAD, entre Abril de 2001 e Junho de 2004, e presidia ao Sporting desde 5 de Junho de 2009, quando venceu, com 89 por cento dos votos, as eleições em que teve Paulo Pereira Cristóvão como único oponente.

O mandato de Bettencourt ficou marcado por forte instabilidade. Poucos meses depois da eleição, a 6 de Novembro de 2009, demitiram-se em bloco Ribeiro Telles (administrador da SAD), Pedro Barbosa (director para o futebol) e o treinador Paulo Bento.

Esse foi o primeiro grande momento de crise da era Bettencourt, que termina 19 meses após a chegada ao poder.

A saída é surpreendente, até porque há pouco tempo (a 21 de Dezembro) contratou José Couceiro para o cargo de director-geral, e faz lembrar a demissão de Dias da Cunha, aquando a partida do técnico José Peseiro, a 18 de Outubro de 2005.

Os “leões” somaram no sábado frente ao Paços de Ferreira (2-3) a segunda derrota em casa na Liga, à 16.ª jornada, ficando na terceira posição, a 13 pontos do líder FC Porto e a cinco do Benfica, que jogam no domingo frente à Naval e à Académica, respectivamente.

Notícia actualizada às 0h58