Durão Barroso já aceitou pedido

Isaltino de Morais pede demissão por causa de contas na Suíça

Isaltino Morais disse ao Independente que as contas não declaradas na Suíça são de um sobrinho
Foto
Isaltino Morais disse ao Independente que as contas não declaradas na Suíça são de um sobrinho Paulo Cunha/Lusa

O ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente, Isaltino Morais, pediu ontem ao fim da tarde a demissão a Durão Barroso por causa de rendimentos não declarados oficialmente em três contas na Suíça.

Segundo a edição online do "Diário de Notícias", "o facto de existirem suspeitas sobre uma conta na Suíça em seu nome com rendimentos que não estão declarados oficialmente, terá levado o ex-autarca de Oeiras a renunciar ao cargo para o qual foi escolhido há exactamente um ano".

Esta atitude de Isaltino Morais surge depois de ter sido confrontado pelo semanário "Independente", que descobriu a história e a publica na sua edição de hoje.

Ainda segundo o DN, "o chefe de Governo já terá aceite a saída do governante".

Em causa, está a notícia do "Independente" que indica a existência de irregularidades na declaração de rendimentos do ministro ao Tribunal Constitucional. O Independente confrontou Isaltino com perguntas sobre a existência de três contas na Suíça em seu nome, numa das quais, em 2000, terá tido dividendos resultantes de aplicações financeiras no valor de 47 000 francos suíços (13 mil contos) não declarados oficialmente. Na resposta, Isaltino Morais alegou que a conta não lhe pertence, mas sim a um sobrinho que vive na Suíça, sendo o ex-autarca de Oeiras apenas titular.

"Querendo evitar que a situação seja aproveitada para prejudicar o Governo", escreve o DN, Isaltino Morais terá decidido apresentar de imediato a demissão, que arrasta consigo os secretários de Estado Miguel Relvas (Administração Local), José Ferreira de Almeida (Adjunto e do Ordenamento do Território) e José Eduardo Martins (Ambiente).

Também para evitar que a situação provoque maior desgaste político, segundo o mesmo jornal, Durão Barroso deverá anunciar o mais rapidamente possível a nova equipa para o Ministério.

O Executivo da coligação PSD/PP comemora no domingo, em Fronteira, o primeiro aniversário da tomada de posse.

Isaltino Morais é presidente da Câmara Municipal de Oeiras, com mandato suspenso até agora.