Divórcio

Todos os tópicos

Um tribunal espanhol obrigou um homem a indemnizar a ex-mulher em 23.628 euros por trabalho doméstico. Em Portugal também é possível, mas a lei não é aplicada porque "é muito difícil provar" que a renúncia de um dos cônjuges foi excessiva.

  • Um tribunal espanhol obrigou um homem a indemnizar a ex-mulher em 23.628 euros por trabalho doméstico. Em Portugal também é possível, mas a lei não é aplicada porque "é muito difícil provar" que a renúncia de um dos cônjuges foi excessiva.

  • Esquerda quer acabar com a discriminação das mulheres no direito a casar. Bloco propõe intervalo máximo de 180 dias como os homens, PS quer apenas 30 para os dias e PAN elimina o hiato. Parlamento à espera de pareceres sobre redução do prazo para casar após divórcio para votar propostas.

  • As mulheres portuguesas que se queiram voltar a casar após divórcio têm de esperar dez meses – mais quatro do que os homens. No país com mais divórcios na Europa, o Bloco de Esquerda quer eliminar este “resquício conservador” do Código Civil.

  • Um empresário francês processa a Uber em 45 milhões de euros por um bug que permitiu que a mulher soubesse da sua localização, levantando suspeitas de traição.

  • Há situações em que um tribunal de família e menores desconhece uma decisão judicial por violência doméstica contra um dos progenitores, que pode passar pela proibição de contacto entre os pais.

  • Portugal lidera ranking europeu na proporção de divórcios por cada 100 casamentos. Já no tocante à natalidade, os portugueses surgem no último lugar da lista. Eis Portugal na Europa, segundo a Pordata.

  • Os pais esquecem-se dos filhos, concentrados que estão na sua própria dor, no atirar culpas um ao outro, em construir o seu caso, em ter razão em nome dos filhos.

  • Tribunais não percebem como pôde uma especialista em animais tratar suposta disfunção sexual do marido. Esposa garantiu em tribunal que foi com “muita paciência, amor e tacto”.