Streaming ultrapassou TV tradicional quando a pandemia mudou os hábitos

Em Portugal e no mundo o vídeo pago em streaming foi o segundo consumo de media que mais aumentou. Confinados, os portugueses usaram mais o Zoom ou o Teams mas também a Netflix ou HBO. Os mais jovens impulsionam a tendência.

Foto
Durante o confinamento, jovens viram mais conteúdos em "streaming" pago. Na fotografia, jovem assiste ao êxito da Broadway "Hamilton", que está na Disney+ Alexi Rosenfeld/Getty Images

Em Março deste ano o mundo mudou e o streaming de séries e filmes mudou com ele. É que a pandemia não só pôs milhões em casa como esses espectadores fizeram das suas escolhas um sinal de mudança: desde a última quinzena de Março os consumos de media aumentaram e o público passou sobretudo a ver mais notícias (67% das pessoas) e começou a ver mais séries e filmes em serviços de streaming (51%); a categoria “ver mais televisão nos canais lineares” só surge em terceiro lugar (45%) nos hábitos dos consumidores compilados pelo portal Statista. Portugal acompanhou essa tendência e o streaming de vídeo foi o segundo tipo de consumo de media que mais mudou, crescendo, desde a Primavera passada.