Portuguesa e inovadora, assim é a primeira máscara que inactiva o novo coronavírus

A máscara de protecção tornou-se na maior aliada diária no combate ao novo coronavírus, e já não prescindimos dela. Mas nem todas são iguais. A máscara do momento está na MO, e não poderia ser mais segura. Explicamos-lhe porquê.

estudio-p,
Fotogaleria
estudio-p,
Fotogaleria
estudio-p,
Fotogaleria

Há quem lhe chame o novo acessório da moda ou as “novas chaves de casa” (porque é a única coisa de que não nos podemos esquecer ao sair, certo?) por via da sua urgente utilização. As máscaras de protecção individual vieram para ficar e tornaram-se quase obrigatórias, na medida em que precisamos delas para nos protegermos durante a primeira pandemia mundial de que há registo neste século: a Covid-19, originada pelo vírus SARS-CoV-2.

E se uns se dedicam ao árduo desafio de produzir uma vacina, outros empenham-se em desenvolver soluções imediatas para combater o novo coronavírus. Ambas são missões difíceis. Em Portugal, também a ciência e a inovação andam lado a lado para combater esta pandemia, e a prova disso é a extraordinária cooperação entre a comunidade empresarial, académica e científica que deu origem à primeira máscara têxtil que inactiva com sucesso o novo coronavírus: a MOxAd-Tech.

Porquê escolher a MOxAd-Tech?

Fabricada e produzida em Portugal por uma marca orgulhosamente portuguesa, a MO, a MOxAd-Tech é uma máscara reutilizável de elevado desempenho que começou por ter o comprovativo de protecção microbiana nacional e internacional (contra vírus e bactérias), os testes desenvolvidos pelo iMM comprovaram também que o tecido inactiva com eficácia o novo coronavírus

O que torna a MOxAd-Tech verdadeiramente diferente é o facto de ser desenvolvida com têxtil técnico, composto por camadas distintas, o que a torna repelente à água e confortável, facilitando a sua utilização. Ou seja, este revestimento de tecido inovador neutraliza o novo coronavírus caso este entre em contacto com o tecido, como confirmam os testes do iMM. A alta performance do mesmo comprova-se pelo facto de ser eficaz após 50 lavagens, pois mesmo depois dessas lavagens a máscara mantém uma retenção de partículas de 96%, como provam os testes realizados pela entidade francesa Direction Générale des Entreprises.

​ Clique nos pontos assinalados na imagem para conhecer os detalhes

Além disso, é uma máscara de cariz reutilizável, o que permite proteger-nos a nós mas também o ambiente, uma vez que minimiza a produção diária de resíduos e, consequentemente, elimina potenciais focos de contaminação. De acordo com um estudo feito pela Modint, o equivalente holandês do Citeve, a pegada ecológica de uma máscara reutilizável é 91% menos do que uma máscara descartável. 

Esteticamente, é uma máscara minimalista, simples e que combina facilmente com qualquer look, o que não nos surpreendente pelo cunho actual e sempre a par das tendências desta marca têxtil portuguesa.

Uma máscara pensada e criada a “várias mãos”

A iniciativa do projecto MOxAd-Tech partiu da cooperação entre a fabricante Adalberto, a retalhista de moda MO (da Sonae Fashion), o Instituto de Medicina Molecular (IMM), o centro tecnológico CITEVE, e a Universidade do Minho, e teve como objectivo primordial tornar este acessório de protecção individual acessível ao maior número de pessoas possível.

Pedro Simas, investigador e virologista do iMM, coordenou os testes que qualificam o tecido como tendo propriedades antivirais. “De forma simplificada, estes testes consistem na análise do tecido após o contacto com uma solução que contém uma determinada quantidade de vírus, cuja viabilidade se mede ao longo do tempo. Os testes à máscara MOxAdtech revelaram uma inactivação eficaz do SARS-CoV-2, onde se observou uma redução viral de 99% ao fim de uma hora de contacto com coronavírus, de acordo com os parâmetros de testes indicados na norma internacional ISO18184:2019” revela, em comunicado oficial.

Francisco Pimentel, administrador da MO, reforça a importância desta conquista ao nível da comunidade tecnológica em Portugal. “Estamos cientes da importância deste projecto para a comunidade e orgulhosos por, em conjunto com os nossos parceiros, estarmos a cumprir a missão da Sonae de levar os benefícios do progresso e da inovação a um número crescente de pessoas.” Susana Serrano, CEO da Adalberto, acrescenta: “a máscara MOxAd-Tech é inovadora a nível mundial, pois inclui diferentes camadas de proteção e um tratamento repelente à água que permite neutralizar bactérias e vírus quando estes entram em contacto com a máscara.”

As máscaras MOxAdTech estão à venda em todas as lojas e no site internacional da marca de moda MO, Sonae Fashion, por 10€. Poderá, ainda, encomendá-las para toda a União Europeia aqui, uma vez que a marca já vende para 28 países.

Está também disponível em lojas Continente e Well’s. Este é um projecto aberto à comunidade, estando disponível para ser distribuído por outras insígnias e retalhistas em Portugal e no exterior.

Sugerir correcção