UEFA recomenda que federações concluam os campeonatos

Numa sessão informativa com as suas 55 federações, o organismo deixou abertura para que, em “casos especiais”, as competições nacionais possam ser canceladas

Foto
Aleksander Ceferin, presidente da UEFA Reuters/FRANCOIS WALSCHAERTS

A UEFA realizou nesta terça-feira uma sessão informativa por videoconferência com as 55 federações que fazem parte do organismo que tutela o futebol europeu com o objectivo de apresentar uma actualização sobre as opções analisadas pelos dois grupos de trabalho, criados em meados de Março, e de preparar a reunião do seu comité executivo, agendada para quinta-feira. Da sessão, saiu a recomendação para que os campeonatos nacionais recomecem em Junho, mas foi dada abertura para que em “casos especiais” as provas possam ser canceladas. A final da Liga os Campeões foi remarcada para 29 de Agosto, dois dias depois do jogo decisivo da Liga Europa.

Durante o encontro com os líderes das federações nacionais, Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, reafirmou o desejo de que os campeonatos fiquem concluídos até 3 de Agosto, advertindo que caso isso não seja possível, as federações devem apresentar os motivos que justificam esse incumprimento. Porém, o dirigente esloveno descartou qualquer possibilidade de aplicar sanções às federações que prolonguem as provas para além dessa data.

A UEFA deixou ainda em aberto a possibilidade de “haver alguns casos especiais” que obriguem ao cancelamento de algum campeonato. “Com isto em mente”, a UEFA adiantou em comunicado que “está a desenvolver algumas directrizes sobre a participação” dos clubes nas provas europeias de 2020-21 para as federações que sejam forçadas a cancelar os seus campeonatos ou taças. Essas directrizes, no entanto, só deverão ser reveladas após a reunião do comité executivo.

Fora de hipótese parece estar a possibilidade de os campeonatos se concluírem com o auxílio do VAR. A UEFA entende que isso obrigaria a uma grande proximidade entre os árbitros que analisam as imagens de vídeo, o que não é recomendado no actual cenário de pandemia da covid-19.

Nas várias opções de calendário apresentadas às federações, cobrindo as competições de clubes e de selecções, a UEFA apontou para o final de Agosto como as datas desejáveis para a realização das finais europeias, sendo que a Liga Europa seria disputada a uma quinta-feira (27) e a Liga dos Campeões dois dias depois, a um sábado (29). Porém, não ficou claro qual é o plano da UEFA para que se consigam disputar as eliminatórias das duas provas que estão por cumprir. As finais da Liga Europa e da Liga dos Campeões estão marcadas para Gdansk, na Polónia, e em Istambul, na Turquia, respectivamente.

A UEFA confirmou ainda o adiamento do Europeu feminino, programado para se realizar em Inglaterra, entre 7 de Julho e 1 de Agosto de 2021. A prova passará para o ano seguinte, mantendo o seu início no mês de Julho.