Cinema

Peregrinação, de João Botelho, é a indicação portuguesa aos Óscares e aos Goya

Adaptação da obra homónima de Fernão Mendes Pinto é a escolha da Academia Portuguesa de Cinema.
Foto
Miguel Manso

O filme Peregrinação, de João Botelho, é o candidato de Portugal a uma nomeação aos Óscares e aos Goya de 2019, anunciou esta terça-feira a Academia Portuguesa de Cinema.

Atingiu o seu limite de artigos

A liberdade precisa do jornalismo. Precisa da sua escolha.

Não deixe que as grandes questões da sociedade portuguesa lhe passem ao lado. Registe-se e aceda a mais artigos ou assine e tenha o PÚBLICO todo, com um pagamento mensal. Pense bem, pense Público.

A longa-metragem transpõe para cinema episódios da obra homónima de Fernão Mendes Pinto. Impressa pela primeira vez em 1614, é um relato da presença dos portugueses no Oriente e uma crónica de viagens e de duas décadas de vivência do autor. O filme é protagonizado por Cláudio da Silva, à frente de um elenco que inclui ainda, entre outros, Catarina Wallenstein, Pedro Inês, Maya Booth, Cassiano Carneiro, Rui Morisson, Jani Zhao e Zia Soares.

Os prémios de cinema espanhol serão entregues a 2 de Fevereiro, enquanto a cerimónia dos Óscares está marcada para 24 do mesmo mês.

O candidato português indicado no ano passado, São Jorge, de Marco Martins, não chegou à lista dos nomeados.