Festival

Dezenas de descobertas, Milhões de Festa (nestes horários)

Já estão alinhados os horários da 11.ª edição do Milhões em Festa. O festival minhoto, que se realizava em Julho, acontece este ano de 6 a 9 de Setembro, em Barcelos.
Foto
Paulo Pimenta

Começa ao meio-dia, termina ao amanhecer do dia seguinte, às 6 horas — e a festa multiplica-se, assim, a 7, 8 e 9 de Setembro, em Barcelos. No dia 6, quinta-feira, arranca a 11.ª edição do Milhões de Festa com mais de 40 projectos, espalhados pelos quatro palcos habituais entre o parque fluvial de Barcelos e a piscina municipal: Milhões, Taina, Piscina, Lovers. Há ainda outros espaços que vão receber, durante a tarde, concertos na cidade do distrito de Braga. A localização exacta é revelada duas horas antes do concerto, nas redes sociais oficiais do Milhões.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

No inicio de Agosto, o PÚBLICO já tinha analisado os novos nomes anunciados para o festival minhoto. A conclusão? É contraditória: “A tradição ainda é o que era.” Mesmo que o festival, que se realizava em Julho, se tenha adiado, este ano, para Setembro, fruto da “pressão cada vez maior dos festivais de Julho e Agosto”.

Agora, foram divulgados os horários. Squarepusher, o nome artístico do produtor de música electrónica Tom Jenkinson, actua depois da meia-noite de dia 7, à 1h40, no palco Milhões. Dia 8, há o saxofone de Nubya Garcia às 23 horas, o ruído punk (em galego) de Bala às 00h20 e o metal dos Electric Wizard à 1h20. Os Tubarões atacam o palco Milhões às 23h30 de 9 de Setembro, oriundos de Cabo Verde.

Os horários completos podem ser consultados no site do Milhões. Através da app gratuita, podes escolher receber notificações 15 minutos antes de cada concerto. É também por lá que podes descobrir as localizações dos concertos secretos.

Além dos concertos, há espaço na programação para uma “nova aposta”. A organização fala de “momentos imersivos” como aulas de ioga, concertos participativos, performances artísticas e “festas inusitadas”.

O primeiro dia (6, quinta-feira) é de acesso livre. O bilhete geral do festival custa 60 euros, 20 caso apenas seja de um dia. A compra da entrada dá ainda acesso ao campismo, à piscina e aos transfers diários entre Braga e o recinto.