Política científica

FCT acaba de atribuir 950 bolsas individuais de doutoramento

Resultados divulgados esta terça-feira.
Foto
Rui Gaudêncio

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) divulgou os resultados, esta terça-feira ao final da tarde em comunicado, do concurso individual de bolsas de doutoramento de 2018: atribuiu 950 bolsas em todas as áreas científicas, entre 2540 candidaturas consideradas válidas (foram submetidas no total 2797).

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

A partir de agora, os candidatos têm acesso aos comentários dos painéis científicos de avaliação que justificam a atribuição da classificação dada à candidatura, tendo dez dias úteis para apresentar eventuais argumentos junto do painel de avaliação, refere ainda o comunicado. Pelo que os resultados ainda são provisórios. As bolsas vão começar a partir de 1 de Setembro deste ano.

Às 950 bolsas individuais de doutoramento de 2018 juntam-se ainda outras 570 bolsas apoiadas no âmbito de programas de doutoramento (e atribuídas pelas instituições académicas) e que vão ter início este ano, o que perfaz 1520 bolsas este ano. Há ainda outras cinco bolsas de doutoramento não especificadas no comunicado da FCT, que vão ter início este ano. Somando tudo, em 2018 a FCT atribuiu um total de 1525 novas bolsas de doutoramento. Em 2017, o total de bolsas de doutoramento atribuídas foi de 1332. Ainda assim estes números estão longe do auge de 2007, quando foram atribuídas pela FCT 2028 bolsas de doutoramento. 

Mas se formos até ao início de 2014, quando os resultados foram anunciados, vamos encontrar uma queda brutal no número de bolsas de doutoramento (e pós-doutoramento) atribuídas nos concursos relativos a 2013. No caso das bolsas de doutoramento, passaram de 1254, em 2012, para 494 em 2013. Estes cortes marcaram o início da contestação aos responsáveis da política científica de então, Nuno Crato, ministro da Ciência, e Miguel Seabra, presidente da FCT, incluindo manifestações à porta da principal entidade de financiamento público da investigação científica em Portugal. A partir de 2014, os números foram subindo gradualmente, passando para 903 bolsas de doutoramento nesse ano, seguindo-se 971 em 2015 e 1319 em 2016.

O próximo concurso individual de bolsas de doutoramento será anunciado no final deste ano, refere a FCT, e as candidaturas poder-se-ão fazer durante o primeiro trimestre de 2019.