Futebol

Encharcada mas sorridente, a presidente croata ganhou a admiração do mundo

Kitarovic, que envergava as cores do seu país, numa T-shirt aos quadrados brancos e vermelhos, estava no pódio com os presidentes russo e francês.
Fotogaleria

A Presidente croata Kolinda Grabar Kitarovic conquistou admiradores pelo mundo inteiro no final do campeonato de futebol, em Moscovo, neste domingo, quando começou a chover e continuou a sua tarefa de felicitar e abraçar cada um dos jogadores. Justiça seja feita e dizer que com Macron aconteceu exactamente o mesmo. Já Putin, o anfitrião da prova, manteve-se seco, debaixo de um chapéu-de-chuva. A Croácia perdeu com a França por 4-2.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Kitarovic, que envergava as cores do seu país, numa T-shirt aos quadrados brancos e vermelhos, estava no pódio com os presidentes russo e francês. Enquanto Putin recebeu um guarda-chuva, ela e Macron ficaram encharcados enquanto não eram também protegidos da chuva, mas a governante esteve sempre sorridente e claramente encantada com a exibição do seu país (ver fotogaleria em cima).

As redes sociais ficaram rendidas à croata. "Melhor cena no Campeonato do Mundo. A chover a cântaros e sem guarda-chuva, Kolinda Grabar Kitarovic abraça todos os jogadores da Croácia e da França, mesmo que a Croácia tenha sofrido uma derrota. Isto é emocionante e caloroso, sem política, apenas desporto! Parabéns às duas selecções!", escreveu um internauta, citado pela Reuters. 

"Um coração partido na Croácia. A Presidente parece graciosa na derrota, abraçando todos os jogadores!", declarou outro. "Deixou os fãs muito emocionados", acrescentou outro.

Grabar Kitarovic mostrou grande paixão durante o campeonato, tendo acompanhado a equipa em todos os jogos após a fase de grupos, faltando apenas à semifinal contra a Inglaterra, devido à reunião da NATO, em Bruxelas.

A presidente, que foi embaixadora do seu país nos EUA e eleita pelo partido conservador União Democrática Croata, pagou as viagens do seu próprio bolso, tendo viajado em económica para a Rússia e tirado dias de folga para assistir aos jogos. Também, por isso, tem sido elogiada e considerada um exemplo a seguir pelos seus congéneres masculinos. "A Presidente croata sai como uma verdadeira vencedora. Camisola do futebol, chuva, choro, cabelo estragado, não dá a mínima", resume outro dos comentários, citado pela Reuters.

Nesta tarde, em Zagreb haverá uma festa de boas-vindas à selecção de futebol que alcançou o maior sucesso na história da modalidade naquele país, superando o seu desempenho, há 20 anos, quando conquistou o terceiro lugar no campeonato que decorreu em França.