Biocant cresce com centro de investigação universitário

Foto
Biocant aposta na biotecnologia

A construção do novo edifício do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC/UC), que ficará instalado no Biocant Park de Cantanhede, arranca em Setembro, num investimento total de 15 milhões de euros. Em declarações à agência Lusa, Carlos faro, director do Biocant - Centro de Inovação em Biotecnologia, revelou que o contrato de financiamento com Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro) "já foi assinado" e os trabalhos adjudicados.

O autarca de Cantanhede, João Moura, explicou, por seu turno, que a instalação em Cantanhede do CNC - que incorpora 15 grupos de investigação e 150 investigadores - representa 350 a 400 pessoas em funções, "de forma directa". "Depois teremos, de forma indirecta, investigadores e professores visitantes a afluírem aqui, tudo isto traz uma dinâmica enorme à própria cidade", sublinhou. Segundo o autarca, a instalação do CNC - incluída na segunda fase de expansão do Biocant, prevista para decorrer até 2013 - é um "investimento nuclear" para o parque tecnológico. "Já temos um terço das empresas nacionais de biotecnologia e esperamos poder atrair investimento directo estrangeiro com as competências aqui desenhadas", frisou.

O secretário de Estado adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques visitou na semana passada o Biocant Park e sublinhou a "dinâmica" do parque, classificando-o de "exemplo"no sector. Além do investimento científico, destacou a anunciada criação de postos de trabalho e a fixação de 30 novas empresas de base tecnológica em Cantanhede. "É uma boa dinâmica num concelho com cerca de 100 empresas e 2500 trabalhadores", referiu. Lusa