Igreja do Sacramento recebe Prémio Vilalva 2010

A obra de recuperação e valorização da Igreja do Sacramento, na Baixa de Lisboa, foi distinguida com o Prémio Vilalva 2010, atribuído anualmente pela Fundação Calouste Gulbenkian. O prémio, no valor de 50 mil euros, será entregue à Irmandade do Santíssimo Sacramento numa cerimónia a 10 de Janeiro na igreja.

O objectivo do prémio é destacar, entre vários projectos a concurso, o que mais se distinga pelo seu contributo para a defesa do património histórico nacional. No caso da Igreja do Sacramento, o júri - constituído pela historiadora de arte Dalila Rodrigues, o engenheiro António Lamas, o arquitecto José Pedro Martins Barata, o olisipógrafo José Sarmento de Matos e o director do Serviço de Belas-Artes da Fundação, Manuel da Costa Cabral - sublinha "a qualidade do trabalho realizado num edifício de grande relevância artística, valorizado pela inclusão na Baixa de Lisboa".

A intervenção envolveu o restauro dos tectos da nave e do presbitério, dos vãos dos janelões das paredes laterais da nave e das nove telas do presbitério e do baptistério - que são, assim como os tectos da nave, da autoria do pintor setecentista Pedro Alexandrino. O júri diz esperar que o prémio constitua um incentivo para a conclusão do restauro da igreja, nomeadamente do exterior. A.P.C.