Filme espanhol vence Grande Prémio do Fantasporto

a O filme REC, dos espanhóis Jaume Balagueró e Paco Plaza, venceu ontem o Grande Prémio do XXVIII Fantasporto - Festival Internacional de Cinema do Porto, anunciou a organização do certame. Aplaudido durante mais de cinco minutos, REC, que é campeão de bilheteira em Itália, venceu também o Prémio do Público. Esta ficção sobre directos televisivos que acaba numa arrepiante história de terror tem já distribuição garantida em Portugal.A Semana dos Realizadores, este ano na sua 18.ª edição, foi ganha por Opium - Diary of a Madwoman de Janos Szasz (Hun), que conquistou também o prémio Manoel de Oliveira, atribuído pela primeira vez. O filme húngaro foi ainda galardoado com o prémio de Melhor Actriz, pela excepcional interpretação de Kirsti Stubo. O ambiente prisional dos hospitais psiquiátricos de início de século e a obsessão entre doentes e médicos serve de pano de fundo a esta história de loucura e paixão, que tem distribuição comercial assegurada em Portugal.
No palmarés do festival destaca-se o facto de o cinema português voltar a ser premiado, com a atribuição de um Prémio Especial do Júri da Semana dos Realizadores ao cineasta Bruno de Almeida. Este realizador, que foi lançado pelo Fantasporto com A Dívida e consolidou a carreira internacional com Em Fuga, obteve o galardão com The Lovebirds, um mosaico de histórias centradas em Lisboa, com actores como Michael Imperioli e John Ventimiglia (ambos da série norte-americana Os Sopranos) e Joe Berardo, entre outros. Na Secção Oficial de Cinema Fantástico, o cinema espanhol triunfa em toda a linha, com os prémios obtidos por El Orfanato de Juan António Bayona, com produção de Guillermo del Toro, e La Habitacion de Fermat de Rodrigo Sopeña e Luis
Piedrahita.
Bruno Almeida ganhou um prémio especial do júri da Semana dos Realizadores com The Lovebirds