Pereirinha, mais um miúdo a surgir no Sporting

Filipe Escobar de Lima

Bruno Pereirinha é o primeiro reforço de Inverno para o Sporting de Paulo Bento. O jovem internacional sub-19 não vem de nenhum clube grande da Europa ou da América do Sul, mas vem rotulado de craque. Aos 18 anos, retorna à casa-mãe depois do empréstimo ao Olivais e Moscavide, da Liga de Honra, ter sido abruptamente interrompido. Atrás dele vem a fama de ser mais um produto da escola de estrelas do clube de Alvalade; à sua frente surge um futuro promissor, que Pereirinha quer transformar em realidade e à imagem do seu ídolo Deco."Já conheço Paulo Bento. Foi meu treinador, acompanhou-me e agora chamou-me, mas sou igual aos outros, não sinto qualquer vantagem", atirou quando soube que iria ser chamado de volta a Alvalade.
O segundo dia de 2007 foi diferente de todos os outros por si vividos antes na Academia. Pereirinha entrou ao lado de Caneira, um dos jogadores com mais anos de casa, e integrou a equipa sénior do Sporting pela primeira vez.
O clube leonino não tem dinheiro para comprar craques, por isso fabrica-os. Da mesma linha saíram Futre, Figo, Simão, Quaresma ou Ronaldo: todos vendidos. E alguns acabaram por reforçar os rivais directos dos "verde-brancos", como no caso de FC Porto e Benfica.

Herda a camisola de João Pinto
A entrada de Pereirinha, como médio-volante, vem preencher uma peça em falta na estratégia de Paulo Bento: Romagnoli não se afirmou ali; Moutinho é preterido para as alas ou como recuperador defensivo; Carlos Martins está em rotura com o técnico; Djaló foge para ser a companhia de Liedson na frente. A responsabilidade do jovem Bruno cresce ainda mais por herdar a camisola de João Pinto, 25, bem como a sua posição no terreno.
Para o seu treinador no Olivais e Moscavide, a integração de Pereirinha não deve ser imediata e os adeptos têm de ter paciência. Rui Dias pede para esperarem pelo "génio" de Pereirinha. "É um jogador que arrisca mudanças súbitas de velocidade e tem uma grande capacidade de drible. Arrisca o um-contra-um mas também assume passes de longa distância e é muito forte no último passe. Apesar dos 18 anos dispõe de larga margem de progressão. O Bruno está na categoria dos génios", assegurou Rui Dias.

Bento com o plantel todo à disposição
Ontem, Pereirinha participou em mais um treino. Paulo Bento realizou a primeira sessão com o plantel completo, já com os sul-americanos Polga, Paredes, Alecsandro, Bueno, Romagnoli, Liedson e Ronny.
Apesar de ter chegado ontem, Romagnoli está de saída para Espanha. "Não sei bem o meu futuro, mas há uma possibilidade de representar o Getafe. Já há acordo do Sporting e estamos à espera do Vera Cruz, que detém o meu passe. Tenho pena de não ter jogado mais este ano que passou", confessou o médio, de saída onze meses depois de ter chegado a Alvalade.
Liedson também chegou do Brasil e mostrou-se esperançado numa boa segunda volta. "O meu passado fala por mim. Durante três anos fui o melhor marcador da equipa, e o melhor marcador do campeonato há duas épocas. Não tenho nada a provar a ninguém. Os golos já começaram a aparecer e assim irá continuar", desabafou, mostrando interesse no eventual regresso de Rochemback.
"Seria muito bom que ele voltasse. É um grande valor. Não esqueço que me apoiou quando cheguei a Lisboa e tive de enfrentar um ambiente que não conhecia."