O fantasma do óleo de colza espanhol

Uma gigantesca fraude com óleo de colza para consumo humano, adulterado com óleos industriais, agitou o Estado espanhol nos anos 70 do século XX. A falsificação afectou todo o território, causando centenas de mortos e deixando milhares de pessoas com problemas de saúde permanentes. Já este século, outro caso fez, em 2001, as primeiras páginas da imprensa espanhola. Análises a 13 marcas de óleo de bagaço de azeitona assinalaram a presença de benzopireno, uma substância perigosa para a saúde humana, tóxica e cancerígena, quando ingerida durante períodos prolongados. Ao contrário do que se passou com o óleo de colza, a acção das autoridades sanitárias pôs termo ao problema em pouco tempo. Em Portugal, o produto foi retirado do mercado e proibida a sua comercialização 24 horas depois do alerta espanhol. C.P.