Primeira do género numa unidade hospitalar

Hospitais da Universidade de Coimbra criam consulta e unidade de Medicina Desportiva

Os Hospitais da Universidade de Coimbra anunciaram hoje a entrada em funcionamento de uma consulta de Medicina Desportiva para atletas e prescrição de exercício físico à população, sendo a primeira do género numa unidade hospitalar.

A funcionar há uma semana, a consulta integra-se na criação de uma nova unidade - de Medicina Desportiva e do Exercício - na qual os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) pretendem também incluir a investigação e a formação de especialistas nesta área, em articulação com a Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física.

Nesta fase, a consulta funciona nas instalações da Medicina Física e Reabilitação e destina-se não só a atletas de alta competição mas a todos os que procuram aconselhamento e prescrição de exercício físico ou exames de aptidão física.

“Há muita gente que pode fazer exercício físico, desporto de lazer, sem saber o risco que corre”, alertou o cardiologista Miguel Ventura, considerando de “importância fundamental” a prescrição do exercício de acordo com as condições físicas do praticante.

Numa conferência de imprensa, o especialista disse que a consulta poderá, nesse sentido, “ajudar a combater a morte súbita”. “Estaremos a ajudar a combater a morte súbita, o desporto pode combatê-la mas, se não for prescrito como devia, pode ajudá-la”, sustentou.

Páscoa Pinheiro, o coordenador da nova unidade, sublinhou, por sua vez, que doenças cardiovasculares, obesidade e outras patologias estão ligadas à inactividade física. “Fala-se cada vez mais em sedentarismo, estilo de vida que envolve múltiplos problemas”, afirmou, ao sublinhar a importância de quem tem determinada patologia saber que tipo de exercício pode fazer.

Envolvendo o contributo de várias especialidades hospitalares, a consulta destina-se também a atletas federados, que passam a dispor de uma “consulta de alta resolução”, com estudos de investigação personalizados. “Esta consulta permitirá ao atleta fazer num dia o que por vezes se faz em diversas semanas e consultas (de diferentes especialidades) sem articulação”, disse o presidente do conselho de administração dos HUC, Fernando Regateiro.

A consulta, muldisciplinar, funciona às segundas e sextas-feiras todo o dia e às terças e quintas-feiras à tarde, sendo a admissão de doentes efectuada nas consultas externas.

A médio prazo serão criadas instalações próprias para a nova unidade, sendo o Bloco de Celas apontado como solução.

A formação de especialistas em Medicina Desportiva, que aguarda autorização da Ordem dos Médicos, incluirá um estágio prático na Associação Académica de Coimbra/Organismo Autónomo de Futebol.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues