Autárquicas 2013

Crie o seu comparativo de municípios Criar

PSD marca directas para Janeiro e congresso para Fevereiro

Sociais-democratas detalham próximas iniciativas políticas em cronograma publicado no seu site.

Enric Vives-Rubio

As eleições directas para a liderança do PSD estão previstas para Janeiro de 2014 e o Congresso para Fevereiro. A proposta é da direcção do partido, apurou o PÚBLICO. A data foi avançada na reunião da comissão política nacional, que acaba de terminar na sede do partido, em Lisboa.

Segundo um cronograma entretanto publicado na página da Internet dos sociais-democratas, em Fevereiro realiza-se o congresso ordinário, que decorre quase dois anos depois do último, em Março de 2012. Antes terá de haver eleições directas para o líder.

O primeiro trimestre de 2014 foi a altura apontada pela direcção do partido, ainda antes da realização das eleições autárquicas, para a realização do congresso. Depois, o PSD prepara-se para as eleições europeias, em Maio de 2014, que segundo o “cronograma de próximas iniciativas políticas” agora publicado começarão a ser preparadas já no próximo mês de Novembro, tendo por base um texto intitulado Mais Europa, Melhor Portugal e elaborado pela direcção nacional do PSD.

No mês seguinte, em Dezembro, haverá nova reunião do Conselho Nacional do PSD para a marcação das datas definitivas das directas e do congresso. Para Outubro estão previstas eleições para a direcção do grupo parlamentar do PSD.

Os sociais-democratas estão a analisar nesta terça-feira os resultados eleitorais das autárquicas. A pesada derrota do PSD deverá aquecer o Conselho Nacional desta noite. Em causa estarão não só algumas escolhas de candidatos que se traduziram em maus resultados como a intervenção do Governo, que manteve no espaço público medidas como a lei das 40 horas ou os cortes nas reformas.

 

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues