Sport TV compra direitos televisivos dos próximos Jogos Olímpicos

Sochi 2014 e Rio 2016 poderão não vir a ser transmitidos num canal de televisão de sinal aberto

Os próximos Jogos Olímpicos vão passar num canal pago Carl de Souza/Reuters

A Sport TV, canal de desporto codificado, anunciou nesta terça-feira que será a televisão oficial, em Portugal, dos Jogos Olímpicos de Inverno Sochi 2014 e dos Jogos de Verão Rio 2016.

Tradicionalmente, a RTP tem sido a detentora dos direitos dos Jogos para Portugal porque tinha acesso privilegiado através da UER - União Europeia de Radiodifusão. Pelos jogos de 2012, em Londres, a RTP terá pago cerca de cinco milhões de euros. A factura que cada país paga à UER depende do seu mercado de audiências e publicidade.

A UER pagara ao COI - Comité Olímpico Internacional mais de 700 milhões de dólares (cerca de 509 milhões de euros) pelos jogos de Inverno de Vancouver (2010) e de Verão em Londres (2012). A maior fonte de receita do COI são os direitos de transmissão, que terão sido em torno de 4000 milhões de dólares (perto de 2910 milhões de euros) para esta duas competições.

Em 2012, a estação pública espalhou as cerca de 500 horas de emissão dos jogos pela RTP1, RTP2, RTP Informação e ainda um canal temporário que lançou nas plataformas de TV paga, o RTP Olímpicos. Já em 2008, a RTP tinha dado à Sport TV parte dos direitos dos Jogos desse ano assim como uma larga fatia dos encontros do Mundial da África do Sul de 2010 como moeda de troca para conseguir ficar com jogos da I Liga.

O problema, desta vez, é que a própria UER não conseguiu comprar os direitos ao COI, apesar de as negociações se terem arrastado durante vários anos. Há dois anos, a UER anunciou que não conseguiria assegurar, como fazia desde 1956, os direitos dos Jogos Olímpicos de 2014 e 2016. A organização, que representa praticamente todos os operadores públicos de televisão europeus, disse ter ficado "surpresa pelas altas expectativas financeiras do COI". Embora não tenha, então, quantificado a sua proposta, afirmou que a sua oferta "reflectia o preço máximo que os operadores de serviço público podiam pagar pelos direitos".

Jogos de interesse público
Em Portugal, a lista de acontecimentos considerados de interesse generalizado do público que devem (mas não obrigatoriamente) ser transmitidos em canais de sinal aberto inclui sempre, em anos de Jogos Olímpicos, as cerimónias de abertura e de encerramento e as participações de atletas portugueses.

O PÚBLICO contactou a RTP, SIC e TVI sobre um eventual interesse nos conteúdos olímpicos - que agora terão de negociar com a Sport TV - mas não obteve resposta. Bessa Tavares, director-geral da Sport TV, limitou-se a dizer, citado pela Lusa, que existe a possibilidade de "transmissões em canal aberto, porque podem ser adquiridos, por outros, pacotes com um determinado número de horas de transmissão", mas não revelou se já existiram contactos.

No anúncio oficial da compra dos direitos televisivos dos Jogos pela Sport TV, numa cerimónia realizada na sede do Comité Olímpico de Portugal (COP), Bessa Tavares revelou que, para além das transmissões das competições, o canal tenciona também exibir programas com memórias de Jogos anteriores e de explicação das modalidades menos conhecidas dos portugueses.

Fora do "pacote" ficaram, por agora, os Jogos Paralímpicos Rio 2016, que se disputam a seguir aos Jogos Olímpicos, apesar de Bessa Tavares admitir que esse assunto pode não estar fechado.

Os Jogos Olímpicos de Inverno disputam-se na cidade russa de Sochi entre 7 e 23 de Fevereiro de 2014. O Rio de Janeiro vai acolher os Jogos Olímpicos entre 5 e 21 de Agosto de 2012, e os Jogos Paralímpicos, de 7 a 18 de Setembro de 2012.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.