Bares

Comer e beber ao pôr do Sol com vistas desafogadas sobre Lisboa

Há quase um a cada esquina, ou melhor, a cada terraço da cidade. Nestes espaços, tira-se a barriga e a mente de misérias, com a cidade e o Tejo como pano de fundo.
Fotogaleria

The Insólito

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

A dois passos do Miradouro de São Pedro de Alcântara, o Insólito é conhecido pela vista que partilha com o miradouro e pela decoração. A lista de bebidas é misteriosa mas propôs-se a “partir em busca das melhores fórmulas dos cocktails clássicos, por vezes centenários e a provar uva atrás de uva de norte a sul, e até pelas ilhas, para compor uma extensa carta de vinhos”.

A ementa é menos tímida e há entradas, peixes, carnes e sobremesas para todos os gostos. O bacalhau aqui também é rei e quer-se Insólito, mas também há filet de raia e berbigão corados servidos sobre cama de mistura de pimentos. Para o prato vegetariano pergunte pela sugestão do chef. Nas carnes há bochechas & foie gras (bochechas de vitela estufadas, foie gras, chicória vermelha, ovo escalfado) ou pato confit e laranja (perna de pato confitada servida com batata-doce, cogumelos shimeji, espargos, demi glace e laranja).

O preço médio por refeição é de 50 euros para duas pessoas com bebidas alcoólicas.

Terraço 23

Afastado das multidões de turistas, mas com uma vista soberba sobre toda a cidade: são duas coisas cada vez mais difíceis de encontrar em Lisboa, mas que o Terraço 23 tem.

Serve refeições leves, tem bar completo, vinho a copo e carta de cocktails e os preços rondam os 35€ para duas pessoas com bebidas. Está aberto todos os dias, exceptuando domingos, no número 23 da Rua Câmara Pestana.

Foto
Madame Petisca Bruno Lisita

Madame Petisca

Se quer mudar de vista, o Madame Petisca, junto ao Miradouro de Santa Catarina, é o local para si. A Madame é conhecida pela vista desafogada para o Tejo, pela “luz indescritível todo o ano, pelo abraço do Tejo e vista memorável num aconchego de um bairro típico e, claro, pelo pôr do Sol irrepreensível”.

Na lista de petiscos consta a tábua de queijos com compota da madame (14€), salada de abacate, pêssego e pinhões (8€) e o hambúrguer vegetariano em pão de spirulina (7,50€).

Na Madame os vinhos são reis da casa, mas pode também provar o Cocktail da Madame (10€) ou o Cocktail do Monsieur (10€). Pode também optar por cocktails sem álcool, como o Madame Chic (frutos vermelhos, iogurte e sumo de ananás), o Tropical Mango (coco, manga, sumo de ananás, limão e chantilly) ou o Mademoiselle (coco, maracujá, sumo de ananás, limão e groselha), cada um por 6,50€.

Entretanto Rooftop Bar

Uma mistura entre sofisticado e descontraído, o Entretanto fica no sétimo piso do Hotel do Chiado e tem uma das melhores vistas para a cidade de Lisboa e para o Castelo de São Jorge.

O espaço sugere que passe “as melhores tardes do Chiado” acompanhado de um dos menus à escolha. Por um lado tem o “Chá das 5”, uma selecção de chás gourmet nacionais, acompanhados pela receita de scones do espaço, bolo do dia, macaronscroissants, biscoitos, compotas, manteiga e mel por 13 euros, ou o “Wine & Tapas”, dois copos de vinho à escolha entre Crios Malbec, Argentina ou Chanson Pére et Fills Chardonnay, com uma tábua de queijos ou charcutaria por 24 euros.

Com uma vasta selecção de refeições ligeiras (saladas, massas, tostas) e bebidas (refrigerantes, cervejas, sangrias, cocktails, gin tónico, entre outros) a sugestão do chef é a “famosa tosta de salmão” (11€), a “sangria de frutos da época e hortelã do nosso jardim de aromáticas” (21€ aos 25€) ou o cocktail Chiado Lover’s (o chef avisa: “só para apaixonados”) por 16€ e o “exclusivo” Bolo Húmido de Chocolate Amargo (6€).

Sky Bar Oriente

Para uma experiência mais desafiante, é só apanhar o elevador (ou o teleférico) para o décimo sexto piso que vai ter direitinho ao Sky Bar Oriente. O irmão do Sky Bar na Avenida da Liberdade descreve-se como “irreverente”, tem programação musical regular e uma vista 360º sobre a cidade de Lisboa e o rio Tejo. “Com uma carta original de cocktailssnacks e sushi de fusão criado ao momento pelo sushiman, é o local ideal para um copo depois do trabalho, onde pode desfrutar de um fantástico sunset ou uma saída entre amigos”, convida o Sky Bar Oriente.

Para petiscar há guacamole e camarão (14€), crocante de presunto e Brie (11,50€), miniprego do lombo (20€), ceviche lírio com pampo (15,50€), tábua de charcutaria com pão grelhado (31€) ou nachos com queijo cheddar (9,50€).

Para matar a sede, o Sky tem vinho a copo selecção Tivoli (4,50€), cervejas (desde 3€), os “The Oriente Specials” — desde as margaritas, às caipirinhas e mojitos, passando pela pela piña colada e pelos gins, todos a partir de 9,50 euros, e os “All Natural”, smoothies e sumos naturais (7,50€). Também há sangrias e outros clássicos para partilhar a partir de 28 euros por litro.

Lost In

O Lost In é um segredo bem guardado. Traça-se como um “oásis de paz e tranquilidade no centro de Lisboa”, bem no coração do Príncipe Real. Com uma vibe indiana, todo o ambiente Lost In remete para a descontracção, desde a paleta de cores e texturas à música zen e aos chapéus indianos coloridos.

Com uma oferta de diversas iguarias, numa carta de fusão entre o Oriente e o Mediterrâneo, o Lost In oferece entradas e petiscos como azeitonas temperadas, papadam de cominhos e geleia de chili (2,90€), chamuças vegetarianas com chutney de hortelã (6,20€), tofu e molho de iogurte (7,50€). No pão há minipregos do lombo com chips de batatas (9,10€) e sanduíche de salmão fumado em bolo do caco de tinta de choco 9,60€), entre outras opções.

Para beber há refrescos de todos os sabores e para todos os gostos desde 2,20€, cocktails desde 4€, chás quentes e frios (3€), vinhos (tinto, branco, verde e rosé, e do Porto) desde 3,30€ o copo, cervejas e aguardentes e licores (desde 4€).

Foto
House of Wonders DR

House of Wonders

Se procura um espaço para ver o pôr do Sol e para beber um copo fora das correrias de Lisboa, o House of Wonders é uma boa aposta. Com uma vista privilegiada para o centro de Cascais, o espaço divide-se em quatro pisos que apostam numa decoração fresca que lembra o Verão.

No rés-do-chão está instalado o restaurante vegetariano que preza pela comida saudável com menus de 25 euros para duas pessoas. A partir daí é sempre a subir, literalmente, até ao café e terraço-bar onde há saladas e tapas, sweet mezzes (4,75€ para uma pessoa e 6,75€ para duas), sumos naturais (3,75€), cervejas artesanais (3,75€), cocktails, chás (2,50 a 4€) e cafés orgânicos, vinho a copo (3,75€) e sobremesas caseiras.

Texto editado por Sandra Silva Costa