EUA

Morreu Barbara Bush

A antiga primeira-dama dos EUA, Barbara Bush, morreu esta terça-feira aos 92 anos.
Foto
Reuters/KEVIN LAMARQUE

Barbara Bush, antiga primeira-dama norte-americana, morreu esta terça-feira aos 92 anos. A notícia foi avançada pela Associated Press, citando fonte da família. 

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Mulher de George H.W. Bush, 41.º Presidente dos EUA, a antiga primeira-dama tinha sido internada várias vezes ao longo do último ano, vítima de uma doença crónica pulmonar e de problemas cardíacos. 

Activista pela alfabetização, Barbara Bush foi ainda mãe de George W. Bush, 43.º Presidente norte-americano.

“O que vêem é o que vão ter. Não estou a concorrer a Presidente – George Bush está”, afirmou durante a convenção republicana, em 1988, onde o seu marido, então vice-Presidente, foi nomeado para ir disputar o cargo, então ocupado por Ronald Reagan.

Vários políticos norte-americanos manifestaram já pesar pela morte da antiga primeira-dama. O actual Presidente, Donald Trump, reforçou o papel de Barbara Bush na alfabetização das famílias norte-americanas, que considerou ser a sua “maior conquista”. “[Barbara Bush] será lembrada pela sua devoção ao país e à família, que serviu infalivelmente bem”, disse. Trump anunciou ainda que a Casa Branca vai colocar as bandeiras a meia haste em homenagem à antiga primeira-dama. As bandeiras irão permanecer assim até ao final das cerimónias fúnebres, marcadas para o próximo sábado, em Houston, no estado do Texas.

Os anteriores ocupantes da Casa Branca, Barack e Michelle Obama, recordaram uma “mulher dedicada ao serviço público”.

"Estamos gratos pela forma como nos tratou durante os anos em que estivemos na Casa Branca, mas ainda mais agradecidos pela forma como viveu a sua vida, provando que o serviço público é nobre e importante", disse o casal Obama.

Bill e Hillary Clinton manifestaram também o seu pesar, lembrando uma mulher com "coragem, graça, cérebro e beleza". Barbara Bush "era feroz e resoluta", uma mulher viveu uma "vida honesta, vibrante e plena", consideraram.

O filho e ex-Presidente norte-americano George W. Bush declarou que a mãe foi “uma primeira-dama e uma mulher diferente de qualquer outra, que trouxe amor, leveza e alfabetização a milhões de pessoas”.

Jeb Bush, um dos seis filhos de Barbara e antigo governador da Florida e pré-candidato presidencial em 2016, sublinhou a “vida notável” da mãe, uma mulher “graciosa, divertida, carinhosa e inteligente”.

O corpo de Barbara Bush irá estar, durante a sexta-feira, em câmara-ardente "para que o público lhe possa prestar a devida homenagem", indicou a Fundação da Biblioteca e Museu George H. W. Bush.