Marques Mendes eleito

Apenas 20 mil militantes do PSD votaram nas "directas"

As "directas" saldaram-se com uma abstenção de mais de 50 por cento Miguel Madeira/PÚBLICO (arquivo)

Luís Marques Mendes foi eleito ontem presidente do PSD com 36 por cento dos votos dos militantes, nas primeiras eleições directas do partido, em que era o único candidato

Dos 55.486 militantes do PSD, 20.399 sociais-democratas (36 por cento) participaram nas eleições directas do partido, em 419 urnas.

No total, dos 20.399 votos foram contabilizados 1.512 em branco e 362 nulos, tendo Marques Mendes sido eleito com 18.525 votos (cerca de 91 por cento).

"Este grau de participação foi um sinal de força e de vitalidade do partido que os militantes deram", sublinhou Marques Mendes, considerando que o resultado conquistado pela sua candidatura representou um sinal de "confiança" na "linha política" que tem seguido desde que ganhou o congresso de Pombal, há um ano atrás.

A votação para as primeiras "directas" decorreu sexta-feira, das 18h00 às 23h00, em todas as secções do país.

Dentro de duas semanas, a 19, 20 e 21 de Maio, na Póvoa do Varzim, realiza-se o XXIX Congresso Nacional do PSD, durante o qual serão eleitos os restantes órgãos nacionais do partido: comissão política, conselho nacional, conselho de jurisdição e mesa do congresso.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.