Offshores

Todos os tópicos

  • Entre as pessoas que o Parlamento Europeu quer ouvir há ex-governantes, como José Sócrates, mas também banqueiros, o governador do Banco de Portugal e a Procuradora-Geral da República.

  • O ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais diz que não tinha conhecimento das transferências feitas por empresas a que prestou serviços antes de ir para o Governo.

  • Paulo Ralha diz que “o sistema informático não trabalha sozinho” e que há “coincidências” no período temporal dos “apagões” das transferências offshores que têm de ser esclarecidas.

  • Assinado em 2010, durante o Governo de José Sócrates, acordo garantia regime fiscal mais vantajoso.

  • Quem não comunicar operações de planeamento fiscal abusivo pode ser punido com multas até 100 mil euros. Mas casos em que lei é aplicada são escassos e fisco não tem dados de coimas.

  • Universidade não revela quem são os investigadores que participam nas peritagens às aplicações informáticas do fisco. Inquérito ainda não terminou.