Sismo sentido no Grande Porto

Abalo teve magnitude de 3,1 na escala de Richter e foi registado às 17h22. Poucos minutos depois, nos Açores, pelas 17h30 (16h30 locais), foi registado outro sismo, com magnitude de 2,7 na escala de Richter

Sismo foi "fraco, sem capacidade para causar alarme", diz fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera DR

Parte do Norte do país tremeu na tarde desta quarta-feira com um abalo de magnitude 3,1 na escala de Richter, com epicentro a quatro quilómetros a este-nordeste de Valongo, sem que, até ao momento, haja registo de qualquer dano.

O tremor de terra foi registado pelas 17h22 e foi sentido em várias localidades da Região Norte, como Porto, Gaia, Gondomar, Maia, Matosinhos, Penafiel, Amarante, Vila Nova de Famalicão e Vizela.

Célia Marreiros, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), afirma que "é comum ocorrerem este tipo de sismos, com esta magnitude, no território português todos os anos". A mesma fonte acrescenta que este é o tipo de sismo considerado "fraco, sem capacidade para causar alarme".

O Centro Distrital de Operações de Socorro do Porto não tem registo, até ao momento, de qualquer dano.

Poucos minutos depois, nos Açores, pelas 17h30 (16h30 locais), foi registado um outro sismo, com magnitude de 2.7 na escala de Richter. O epicentro localizou-se a cerca de dez quilómetros a este-nordeste de Praia, na ilha da Graciosa. Não há qualquer ligação entre os dois abalos, garante fonte do IPMA.

 
 
 
 
 
 
 
 
 

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.