Futebol internacional

Spartak Trnava foi a surpresa na Champions

A vitória dos eslovacos no terreno do Legia Varsóvia foi o resultado mais surpreendente dos jogos da noite desta terça-feira na Liga dos Campeões.
Foto
Um momento do jogo entre polacos e eslovacos Leszek Szymanski/Reuters

Foi um triunfo inesperado aquele que os campeões eslovacos impuseram ao Legia Varsóvia. O vencedor da Liga polaca tem assim uma tarefa complicada pela frente na deslocação à Eslováquia, na próxima semana, onde terá que marcar três golos e não sofrer nenhum se quiser garantir a presença na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Com o médio português Cafú a titular, o Legia viu Grendel inaugurar o marcador à passagem do primeiro quarto de hora do jogo. Mas o cenário piorou para os polacos quando, já em período de descontos, Vlasko marcou o segundo para o Spartak Trnava.

Também derrotado em casa foi o Cluj. Frente ao Malmo, a equipa romena (que teve o português Camora a titular e como capitão de equipa), consentiu o único golo da partida instantes antes do intervalo, apontado por Strandberg.

Vitorioso mas, nem por isso tranquilo ficou o PAOK. O emblema grego venceu o Basileia em jogo da primeira mão da segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões, mas consentiu um golo caseiro, que alimenta a esperança suíça em conseguir, daqui a uma semana, dar a volta à eliminatória.

Com o português Vieirinha no “onze” titular e a jogar como defesa lateral esquerdo, a formação grega marcou primeiro, por intermédio de Canas, num grande pontapé de fora da área. Já no segundo tempo, e a dez minutos dos 90’, Prijovic ampliou a vantagem helénica, só que o PAOK não foi capaz e segurar os dois golos de diferença e, apenas dois minutos depois, Ajeti reduziu a desvantagem para o Basileia.

A partida, contudo, ficou marcada pela tragédia que tem afectado a Grécia, o que levou o PAOK a anunciar que vai entregar o lucro do jogo às vítimas dos incêndios que mataram já dezenas de pessoas.

Nos restantes jogos da noite, destaque para o golo dos dinamarqueses do Midtjylland, no Cazaquistão. Apesar da derrota frente ao Astana, por 2-1, os nórdicos mantêm viva a eliminatória. E o Astana bem pode agradecer ao húngaro Kleinheisler, autor dos dois golos da formação da casa, o último dos quais, que garantiu o triunfo, já em período de descontos. Já para o Midtjylland marcou o norueguês Gustav Wikheim pouco depois do intervalo.

Resultados dos jogos da primeira mão da segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões

Astana-Midtylland, 2-1

CFR Cluj-Malmo, 0-1

PAOK-Basileia, 2-1

Dínamo Zagreb-Hapoel Beer-Sheva, 5-0

Shkendija-Sheriff, 1-0

Crvena zvezda-Suduva, 3-0

Legia Varsóvia-Spartak Trnava, 0-2