Eleições europeias

Salões de cabeleireiro são quase um "must" da campanha de Vital Moreira

Foto
"Sem qualificação não pode haver melhor emprego", repete Vital Moreira durante a campanha Daniel Rocha

Os salões de cabeleireiros dos centros de emprego e de formação profissional já estão quase a tornar-se um programa obrigatório na campanha europeia do cabeça de lista do PS, Vital Moreira.

Atingiu o seu limite de artigos

A liberdade precisa do jornalismo. Precisa da sua escolha.

Não deixe que as grandes questões da sociedade portuguesa lhe passem ao lado. Registe-se e aceda a mais artigos ou assine e tenha o PÚBLICO todo, com um pagamento mensal. Pense bem, pense Público.

Hoje na Guarda e terça-feira à tarde em Chaves, Vital Moreira travou animadas conversas com aprendizes de cabeleireiro, demonstrando um interesse invulgar sobre técnicas de corte.

Em Chaves, o constitucionalista da Universidade de Coimbra fez mesmo um comentário muito abonatório para uma senhora cabeleireira: "com umas mãozinhas como essas até arriscava cortar o cabelo à primeira", disse.

Na Guarda, numa ocasião em que tinha ao seu lado o presidente da Câmara da cidade, Joaquim Valente, a conversa foi sobre ondas de cabelo molhado, mas aí não mostrou qualquer interesse em experimentar o estilo.

Nestas visitas aos centros de emprego e de formação profissional, Vital Moreira tem uma mensagem que repete em quase todos os contactos com jovens ou com eleitores: "sem qualificação não pode haver melhor emprego".

Depois, apela ao voto nas eleições de 7 de Junho próximo, "independentemente das opções de cada um".