“Será muito difícil” renegociar a dívida

As consequências de um perdão de dívida pública nos bancos e seguradoras portuguesas seriam difíceis de suportar, diz o ex-Presidente da República.

Artigos relacionados

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.