Fórmula 1

Force India muda de nome e perde pontos

Escuderia passou a ser detida por um consórcio liderado por Lawrence Stroll.
Foto
LUSA/SRDJAN SUKI

A Force India vai competir no Grande Prémio da Bélgica de Fórmula 1, no próximo fim-de-semana, como uma nova equipa à qual serão subtraídos os 59 pontos acumulados no campeonato de construtores. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pela Federação Internacional do Automóvel (FIA). 

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Os pilotos, o mexicano Sergio Pérez e o francês Esteban Ocon, manterão, por outro lado, os pontos alcançados. 

A nova escuderia, detida por um consórcio liderado pelo canadiano Lawrence Stroll, chamar-se-á Racing Point Force India.

"A Sahara Force India aceitou a sua exclusão do Mundial de Fórmula 1 de 2018 com efeitos imediatos e a retirada dos pontos no Mundial de construtores. Os administradores completaram a venda à Racing Point UK Ltd", revelou a FIA, em comunicado.

A Force India, co-detida pelo magnata Vijay Mallya, que atravessa problemas financeiros, entrou em administração judicial no final de Julho, com um "resgate" anunciado a 7 de Agosto. A exclusão da equipa do Mundial 2018 representará também um rombo financeiro para a equipa e um prémio monetário extra para as outras escuderias.

"Estou muito satisfeito por ter sido encontrado um desfecho positivo e dou as boas-vindas à Racing Point Force India", assinalou o presidente da FIA, Jean Todt, lembrando que a criação de um ambiente de estabilidade financeira é um dos desafios principais que a modalidade enfrenta.