Empresas

“Super Bock Group mantém compromisso com a instituição Sporting”

O presidente de um dos principais patrocinadores do clube de Alvalade, Rui Lopes Ferreira, comenta os efeitos da da crise leonina.
Foto
Daniel Rocha

O Super Bock Group, patrocinador do Sporting, vai manter a parceria que detém com o clube de Alvalade desde 2009. “O Super Bock Group mantém a sua ligação e compromisso para com a instituição Sporting Clube de Portugal”, garante o presidente executivo do grupo cervejeiro. “A nossa ligação é à instituição Sporting, que muito prezamos e respeitamos” explica Rui Lopes Ferreira. E, por isso, “mantemos o compromisso com o clube e adeptos”, sublinha.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Questionado sobre se os últimos acontecimentos, que fizeram o Sporting ser notícia, não fazem a administração do grupo temer algum efeito negativo de contágio à marca, o presidente executivo do SBG é rápido na argumentação: “obviamente, condenamos todos os actos de violência, que não se enquadram nos nossos valores e nos valores que queremos associados à nossa cerveja”. “A nossa ligação à instituição e aos adeptos do Sporting é alicerçada na partilha de valores como a ambição e a superação”, e em ambiente de “festa e convívio”, conclui.

Foi em 2009, em plena luta entre as marcas cervejeiras rivais Super Bock e Sagres pela liderança pelo mercado português, que a Unicer, presidida então pelo sportinguista António Pires de Lima, ganhou o patrocínio do clube à Sociedade Central de Cervejas e Bebidas. A SCC, que tinha então no leme Alberto da Ponte (falecido em Janeiro de 2017), chegou a ameaçar levar o Sporting a tribunal, por “abusiva rescisão de um contrato de patrocínio comercial” por parte da Sporting Património e Marketing (SPM), empresa do clube com quem tinha formalizado o acordo e de qual reclamava oito milhões de euros de indemnização. O diferendo entre SCC e Sporting só foi sanado em Janeiro de 2010, já José Eduardo Bettencourt tinha substituído Filipe Soares Franco à frente do clube de Alvalade.