Desporto

Sara Moreira e Hélio Gomes ganharam a prova natalícia

Cerca de mil participantes correram os 10 km do Grande Prémio de Natal EDP.
Fotogaleria

A 58.ª edição do Grande Prémio de Natal EDP, que terminou neste domingo em plena Praça dos Restauradores, em Lisboa, reuniu boa parte dos melhores fundistas portugueses. Estes, em conjunto com cerca de cinco mil participantes, completaram o percurso total de 10 quilómetros desta competição mítica do Calendário Nacional.

Atingiu o seu limite de artigos

A liberdade precisa do jornalismo. Precisa da sua escolha.

Não deixe que as grandes questões da sociedade portuguesa lhe passem ao lado. Registe-se e aceda a mais artigos ou assine e tenha o PÚBLICO todo, com um pagamento mensal. Pense bem, pense Público.

Sara Moreira, do Sporting, foi uma natural vencedora no sector feminino ao cortar a meta no tempo de 32m24s. A sua companheira de equipa Jéssica Augusto ficou logo atrás, com apenas 17 segundos a separar as duas, e Dulce Félix, do Benfica, foi a terceira a terminar com 34m05s.

Hélio Gomes, especialista de 1.500 metros, foi um inesperado vencedor, isolando-se na segunda metade da prova de 10 Km para ganhar em 29m11s, com 23 segundos de vantagem sobre Hermano Ferreira (Sporting) e 24 sobre o favorito, Rui Pinto (Benfica).

Miguel Ribeiro, do Olímpico vianense também mereceu destaque na competição, com um quarto lugar, ao “intrometer-se” no despique Benfica-Sporting, cujos atletas preencheram todos os restantes nove lugares entre os dez primeiros. Entre eles esteve o triatleta João Pereira, sexto classificado. 

Englobada no Calendário da Federação Portuguesa de Atletismo, o Grande Prémio de Natal EDP é a prova pedestre mais antiga do calendário nacional. 

 

conteúdos produzidos por Pressinform