I Liga

Moreirense surpreende o Nacional na Madeira

No regresso à Liga, os minhotos estrearam-se com um triunfo por 1-0 no Funchal.
Foto
DR

Um golo do paraguaio Ramón Cardozo foi suficiente para dar ao Moreirense uma vitória no arranque da Liga 2014-15. Na Madeira, os minhotos foram mais eficazes do que o Nacional e sentenciaram o jogo (1-0) a nove minutos do final.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Com desenhos tácticos iguais (4x3x3), Nacional e Moreirense revelaram muito empenho, mas o futebol praticado foi de início de época, ainda lento e a espaços descoordenado.

Contudo, os insulares revelaram mais capacidade e a maior parte das suas acções visou sempre a baliza contrária, enquanto os "cónegos" apostaram mais na contenção e na possibilidade de conquistarem um ponto fora de casa.

Na primeira parte, o conjunto madeirense teve três grandes oportunidades de golo: Lucas João (8'), Mário Rondón (13') e Gomaa (45') protagonizaram os lances de perigo, mas o guarda-redes Marafona correspondeu com grandes intervenções.

No segundo tempo, o Nacional voltou a entrar mais pressionante, mas a boa organização defensiva do Moreirense elevou os níveis de ansiedade do adversário.

João Aurélio primeiro e Camacho mais tarde, foram as apostas do técnico Manuel Machado para tentar chegar mais perto do golo. Mais cauteloso, Miguel Leal lançou Ramón Cardozo, em detrimento do ineficaz Alex.

Com o tempo a passar, os madeirenses intensificaram a toada ofensiva, incomodando por diversas vezes a baliza contrária. Marco Matias (65' e 66') e Gomaa (70') podiam ter "facturado", mas Marafona não o permitiu, tornando-se mesmo no homem do jogo.

O sul-coreano Suk foi a última aposta do treinador do Nacional, mas a alteração coincidiu com uma boa reacção do conjunto de Moreira de Cónegos, que passou a explorar o contra-ataque, acercando-se mais vezes da baliza de Gottardi, até então um mero espectador.

E como quem não marca arrisca-se a sofrer, o Moreirense marcou mesmo, aos 81', por intermédio de Cardozo, após um cruzamento de André Simões. O paraguaio respondeu com um cabeceamento imparável e assegurou uma reentrada em grande dos minhotos na I Liga.

Ficha de jogo
Nacional, 0
Moreirense, 1

Estádio da Madeira, no Funchal.
Assistência cerca de 1.500 espectadores.

Nacional Gottardi, Zainadine, Miguel Rodrigues, Rui Correia, Marçal, Aly Ghazal, Saleh Gomaa, Ayala (João Aurélio, 46') Marco Matias (Suk, 74'), Lucas João (Camacho, 60') e Mário Rondon.
Treinador Manuel Machado.

Moreirense Marafona, Paulinho, Marcelo Oliveira, Danielson, André Marques, Filipe Melo, André Simões, Edivaldo Bolívia (Anilton, 89'), Alex (Cardozo, 64'), João Pedro e Arsénio (Gerso, 67').
Treinador : Miguel Leal.

Árbitro Paulo Baptista (AF Portalegre).
Amarelos João Pedro (43') e André Simões (69').

Golo 0-1, por Cardozo, aos 81'.