Carta só hoje chegou à polícia

Presumível autor do incêndio no lar de Santiago avisou a PSP

Foto
Alegado autor do incêndio no Lar de Santiago vai amanhã ser presente a tribunal Francisco F. Neves/Lusa

O presumível autor do incêndio no lar de Santiago, em Viana do Castelo, escreveu ontem uma carta à PSP "dando conta do que iria fazer", anunciou o provedor da Santa Casa de Misericórdia.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Oliveira e Silva explicou à Lusa que a carta só chegou as mãos da PSP a meio da manhã de hoje, razão pela qual as forças policiais não puderam evitar o acidente que provocou três mortos e 22 feridos."Através de depoimentos recolhidos no local, as suspeitas recaíram sobre um utente do Centro, pois este teria feito ameaças de que incendiaria o Lar", referia um comunicado da PSP enviado a meio da tarde.
O suspeito, detido no hospital local onde foi receber tratamento médico, é presente ao Tribunal de Viana do Castelo amanhã, às 10h00.