• Ocupado, e fisicamente mais limitado, procurava gerir o tempo disponível (o único que para todos inexoravelmente decorre) ordenando-o para as tarefas ou afazeres que sempre, mais e mais, me (nos) vão surpreendendo e/ou solicitando. Na “totalidade” do tempo e na “contingência” da mudança que, no devir, nos modela.

  • Temos um caminho longo a percorrer até, verdadeiramente, vermos o doente como uma pessoa. Vamos percorrê-lo...?

  • Neste processo, o Serviço Nacional de Saúde foi determinante. Essencial.