Como é que se passa de um workshop de música para uma conversa sobre os limites de um corpo que é tão diferente do nosso? Com naturalidade. É isto que se aprende com os elementos da 5.ª Punkada, uma banda a sério, da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra.

  • Como é que se passa de um workshop de música para uma conversa sobre os limites de um corpo que é tão diferente do nosso? Com naturalidade. É isto que se aprende com os elementos da 5.ª Punkada, uma banda a sério, da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra.

  • Na Madeira, onde assinou um protocolo de cooperação com o Governo regional, o ministro da Saúde contrariou ideia de que a poupança resultante do encerramento de hospitais psiquiátricos não tenha sido aplicada na área.

  • Cerca de 30 representantes de movimentos e organizações pró-escolha na questão do aborto, estiveram concentrados em frente ao parlamento, onde esta sexta-feira foram debatidas alterações à lei do aborto propostas por um grupo de cidadãos e pelo PSD e CDS.

  • O projecto-lei que acompanha a ILC é sobretudo promotor da Maternidade e da Paternidade.

  • Ouvimos a telefonia sem fios e percebemos que ser discreto e prudente não está na moda.

  • Votação das alterações à lei do aborto deve passar para 22 de Julho. Maioria PSD/CDS está disponível para acolher uma terceira versão que vai para além da introdução de taxas moderadoras na interrupção voluntária de gravidez. Várias vozes já se manifestaram contra e a favor

  • A principal proposta de alteração da lei do aborto passa pela introdução de taxas moderadoras no caso das mulheres que interrompem a gravidez por opção, até às 10 semanas. A proposta é polémica e muitos já tomaram posição. A favor ou contra.