Centenário de Fátima

Todos os tópicos

Dir-se-á que Fátima está feita e que não há mais nada a fazer. Mas nada está feito.

  • Dir-se-á que Fátima está feita e que não há mais nada a fazer. Mas nada está feito.

  • A profunda humanidade de Francisco em nada impede um discurso exigente, duro, radical.

  • Autoridades recusaram a entrada a 126 pessoas e deteve outras 63, numa operação que implicou a fiscalização de 146.893 pessoas.

  • “Tolerância” não é sinónimo de “aceitação”. Quanto à “tolerância de ponto”, diz o dicionário que se trata da “faculdade conferida aos funcionários públicos de não comparecerem ao serviço, em dias úteis, em virtude de qualquer festa ou comemoração oficial”.

  • Possa esta experiência de consolação abrir as portas de um futuro novo, realmente tocado pela esperança e pela paz..

  • O Papa fez bem o seu papel de “bom Pastor”. Apelou aos cristãos para não deixarem sozinhos os deserdados da história, os que vivem na periferia do mundo, os pobres, os deficientes, os presos, os perseguidos.

  • O futuro de Fátima depende do seu empenhamento em desencadear uma verdadeira mobilização geral contra esta indiferença que nos gela o coração e agrava a miopia do olhar.